22 maio 2014

Parei Para Assistir: Para Sempre

Para Sempre

Direção: Michael Sucsy

Duração: 1h44min

Elenco: Channing Tatum; Rachel McAdams; Jessica Lange...

Classificação: 3/5

Sinopse: Page (Rachel McAdams) e Leo (Channing Tatum) viviam uma linda história de amor, mas um grave acidente de carro provocou uma grande mudança em suas vidas. Afinal, mesmo estando casados, ela não consegue se recordar de nada e muito menos ter algum tipo de memória sobre o relacionamento deles. Agora, resta para Leo a missão de reconquistá-la novamente para que possam então viver o romance que sempre desejaram. Baseado em fatos reais.

Trailer: 



         
Hey amores! Esse é um filme que eu queria assistir a muito tempo... E eu estava muito animada quando começou. Mas ao terminar fiquei com a sensação de esgotamento. E todo o ânimo acumulado foi completamente perdido enquanto eu perplexa fiquei assistindo as letrinhas miúdas da ficha técnica passar pela minha TV, esperando em vão que o filme voltasse e continuasse de onde parou. O que não aconteceu, é claro! 

Vou explicar porque tamanha decepção. Primeiro que pelo trailer, poster e tudo mais... Sobre o filme, parece ser bem doce. Aquele romance típico água com açúcar. E o filme se mantém nesse patamar até um pouco antes do 20 minutos de duração. O que acontece depois daí, é uma infindável tentativa em vão, de conseguir reconquistar uma mulher que não sabe quem é, e não faz questão de saber, que não está nem aí para o coitado do Leo (Chaning Tatum) que está fazendo das tripas coração para ajudá-la! 

O filme não é sobre um casal que tem seu amor posto a prova. Mais sim sobre um homem bastante apaixonado, que tenta reconquistar sua esposa, foi isso meso que eu disse meu povo esposa, que não está nem um pouco interessada em fazer isso funcionar. Ela não se importa em lembrar da vida ao lado de Leo simplesmente por medo de não gostar de sua "nova vida" ao lado dele. 

Passando o choque causado pelo total espantamento sobre o real tema do filme. Eu tentei me sentir sensível ao estado dela. Depois de um acidente de carro Page, sofreu um traumatismo craniano, que resultou em sua total perca de memória. O interessante, ou nem tanto no meu ponto de vista, é que ela só não se lembra da vida que teve com Leo. Aí você se pergunta: Porque? E a resposta? Ah, ela não vem.... Simples assim! Além de perdida, ela não quer se lembrar de sua vida atual, por medo de não gostar do que é, e do que tem atualmente. Quando ela revelou isso a sua médica, muito paciente por sinal, eu tive vontade de pular no pescoço dela e sacudi-la até que ela se lembrasse de tudo, ou esquecesse de vez!  Desculpa gente, precisava desabafar! 

Gente, quando uma pessoa perde a memória, o normal é ela querer lembrar do que ela é! Independentemente do que esteja acontecendo no momento em sua vida. A pergunta que ela deveria se fazer era: Como foi que eu cheguei até aqui? E porque? Não consigo assimilar a ideia de que ela achou mais fácil reviver tudo pelo que ela já tinha passado, literalmente TUDO! E abandonar o que ela tinha sem nem dar importância para as demais pessoas envolvidas. Foi muito egoísmo da parte dela! 

Por outro lado temos Leo. Que homem esforçado! Ele faz de tudo para ajudá-la a se lembrar do que viveram juntos, se mostra paciente e amoroso. E até quando ela ia a beira do histerismo e agressividade ele se mantinha calmo, respirava fundo e prosseguia junto a ela sem nunca desistir. Gente, se tem Chaning Tatum no filme eu tenho que assistir! Amo, Amo, Amo esse ator. Ele é simplesmente incrível! E como sempre, foi impecável em seu papel. Não foi o melhor filme dele é claro, mas ele foi brilhante como sempre!  Com uma atuação sensível, um personagem fofo e amável, seguiu em seu padrão de alto qualidade! Já não posso dizer o mesmo da Rachel.Não sei se é o personagem, ou a interpretação, mas não consegui gostar nem só um pouquinho dela no filme... Principalmente quando ela começava a descontar nele as frustrações dela. Ai, eu fervi de raiva nessas cenas!

O filme é bom. Não posso dizer mais nada além disso. Acho que poderia ser mais bem desenvolvido  e desenrolado. Mais ao mesmo tempo ficou longo para pouco assunto. Ela leva pouco tempo para descobrir porque mudou e quem realmente é. E quando ela descobri a bomba que causou sua completa revolução, eu não pude deixar de comemorar. Ok, isso foi um pouco perverso. Mas como já disse não simpatizei com a Page de jeito nenhum! Ela é uma chata completa... Lembrando que essa é a minha mais simples opinião. E respeito totalmente quem é fã do filme e da personagem! 

O que mais me deixou chocada é que é baseado em fatos reais! Ou seja, a Page e o Leo existem mesmo!!! Eu não sei se me emociono ou lamento a história desses dois... A história dela é no mínimo estranha. Com uma família rica e claro, complicada, ela é uma mulher cheia de tudo e repleta de nada. Ela queria descobrir quem realmente era, sair do "de sempre" e inovar um pouco em sua vida já traçada. E quando ela enfim passa a ser alguém interessante, ela volta a estaca zero por culpa desse traumatismo. A culpa não é dela, mas mesmo assim acho que faltou esforço e força de vontade da parte dela! 



Depois de magoar pela segunda vez seu ex-namorado, ela resolve se dar uma terceira chance de mudança radical! E adivinhem? Ela faz exatamente tudo igual, de novo... E quando o Leo consegue partir para a próxima, ou seguir em frente, ela reaparece tentando aproximação. E, e nada! Não acontece mais nada!!! Depois ficamos sabendo que eles se reapaixonaram, casaram de novo, e tiveram dois filhos! E claro, o velho e tão amado clichê: e vivem hoje felizes para sempre... Que teria dado um ar mágico para história se não tivesse vindo seguido de: ela nunca se lembrou de nada que aconteceu antes do acidente! Peço permissão para surtar um pouquinho. AI -MEU- DEUS!!! Que porcaria é essa? Ela nunca lembrou???? Tá bom, já me acalmei. Mas é isso gente, ela nunca lembra! Posso dizer que essa foi agota d'água no copo cheio! 

O filme não faz parte dos meus favoritos. Mas é um filme bom para passar o tempo. E com certeza é a prova de que quem ama uma vez, pode amar duas vezes a mesma pessoa! Recomendo para quem gosta de filmes meio drama, meio romance. Não chega a ser nem de perto um dos melhores filmes do Chaning, mas vale assistir! 

Esses momentos de impacto definem quem somos.O que eu nunca considerei é:E se um dia não nos lembrarmos de nenhum deles?

Espero que tenham gostado! 
Bjokas e até a próxima.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer me fazer feliz, ou curtiu a matéria? Comente! Sua opinião é o mais importante.