13 junho 2014

New Babys

Hey amores! Passando para compartilhar os novos babys do blog com vocês!



A Corrida de Escorpião

Na pequena ilha de Thisby, poucos cavaleiros são bravos o suficiente para competir na corrida de escorpião que acontece a cada novembro. Pela primeira vez uma mulher, a jovem Puck Connolly, vai competir. Ela tem dois irmãos e ficou órfã depois que os pais foram devorados pelos cavalos assassinos. Por isso, ela está determinada não só a competir como ganhar a corrida. Para isso, Puck terá que enfrentar outro jovem corajoso e encantador. Sean Kendrick também perdeu o pai, atropelado pelas sanguinárias criaturas.

Apesar de terríveis, os cavalos do mar são uma grande atração turística. O turismo é a principal fonte de renda dos habitantes de Thisby. A ilha é um lugar fascinante e, ao mesmo tempo que atrai, também amedronta. A descrição que Maggie faz dos desfiladeiros do local é carregada de poesia. Com a narrativa alternando entre o ponto de vista de Sean e de Puck, a autora criou uma trama envolvente, classificada por críticos do New York Times e do Los Angeles Times como inovadora.

Em A corrida de escorpião, Maggie Stiefvater nos leva até o limite, em que o amor e a vida encontram seus maiores obstáculos e apenas os fortes de coração podem sobreviver. Uma leitura inesquecível.




Na Flórida, o brutal assassinato de uma mulher desconcerta à polícia de Orlando. Não há pistas, não há motivos, não há nada. Só uma mulher, Marlie Keen, uma jovem delicada e formosa, que alega ter "visões" e narra detalhes assombrosos sobre o crime. O detetive Dane Hollister se mostra cético: essa atraente jovem procura notoriedade, ou talvez fora testemunha de algo... Dane terá que se debater entre a incredulidade e seus sentimentos, porque de alguma forma, Marlie lhe fascinava. Consciente de seu dever, Dane investiga o passado de Marlie... e o que encontra lhe deixa sem alento...
Não estava seguro sobre suas supostas visões, mas sabia com certeza que nunca havia sentido nada parecido por uma mulher, e desejava estar junto a ela. Desejava protegê-la do mal que a espreitava, morria por abraçá-la e fazê-la sua. Queria saber quem era realmente, conhecer tudo sobre ela. E, certamente nunca mais permitiria que ninguém voltasse a lhe fazer dano.



Victoria é um romance sobre relacionamentos tão reais como os que experimentamos, e sobre amor, tão rico e imprevisível como os sonhos costumam ser. Victoria Bradshaw apaixonou-se pelo autor teatral Oliver Dobbs quando tinha 18 anos. Mas ele a deixou e desapareceu de sua vida. Agora, anos depois, ele é um viúvo com um filho de dois anos de idade. 



O Palco é o seu único lar Liverpool, 1893. Os sonhos de Beth são desfeitos quando ela, o irmão Sam e a irmã mais nova, Molly, ficam órfãos. As suas vidas, até então tranquilas e seguras, sofrem uma dramática reviravolta. Para escapar a um futuro de miséria e servidão, Sam e Beth decidem arriscar tudo, atravessar o Atlântico e partir à conquista do sonho americano. Mas Molly é demasiado pequena para os acompanhar e os irmãos vêem-se obrigados a tomar uma decisão que os marcará para sempre: deixá-la em Inglaterra, a cargo de uma família adotiva. 



Quando nos mudamos para West Virginia, logo antes do meu último ano na escola, eu já tinha me conformado rapidamente com sotaques pesados, casinhas (privada externa), acesso à internet da pior qualidade, e muitas mais coisas tediosas. Até que espiei um vizinho gostoso, alto e de olhos verdes misteriosos. As coisas estavam melhorando. E, então, ele abriu a boca. Daemon é irritante. Arrogante. Merecia ser apunhalado. Nós não nos damos bem. De forma alguma! Mas quando um estranho me ataca e Daemon literalmente congela o tempo com um simples agitar da mão, bem, algo… inesperado acontece. O alien gostosão que mora na casa ao lado me marcou. É isso mesmo que você ouviu. Alien. Acontece que Daemon e sua irmã têm uma galáxia de inimigos querendo roubar as habilidades deles, e a marca que ele deixou em mim me iluminou como uma faixa de Las Vegas para os caras maus. A única maneira de eu sair viva disso é ficando perto de Daemon até que meu talismã alienígena desapareça. Se eu não matá-lo antes, quer dizer.


A ligação que Jace Riley tem com seu irmão gêmeo idêntico, Jaxon, é colocada à prova quando ele tenta escolher entre manter suas promessas e seguir seu coração.
Essa garota que ainda assombra seus sonhos, mesmo depois de quatro anos, realmente vale a pena?
Jace se pergunta se cometeu um enorme erro tempos atrás, quando ele a deixou nos braços de outra pessoa, especialmente, quando esse alguém era seu irmão gêmeo.
Audrey Mills vive se questionando até quando ela vai ter que erguer as mãos em derrota e permitir que todas as terríveis circunstâncias tomem conta de sua vida.
No entanto, apesar dos demônios que enfrentou, algo dentro dela não vai desistir.
Quando sai de sua pequena cidade no Texas para cursar uma faculdade na Califórnia, Audrey corre para o único cara que a poderia fazer feliz ou destrui-la.
Mas o passado que eles compartilham é muito doloroso para eles superarem?

Desfrutem da companhia desses novos livrinhos e divirtam-se!
Bjokas e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer me fazer feliz, ou curtiu a matéria? Comente! Sua opinião é o mais importante.