Resenha de Natal: Deixe A Neve Cair


Olá meus amores, antes de começar a resenha vou explicar como vou fazer. Esse livro é composto por três contos de Natal, que em algum momento se encontram, então eu resolvi fazer assim, vou postar uma história por vez, para que eu possa falar de cada conto em sua particularidade, vai ficar mais fácil! E é lógico, vamos começar pelo começo.
No primeiro conto de "Deixe a Neve Cair", chamado O Expresso Jubileu, conhecemos Jubileu, sim é isso mesmo você leu certo, o nome dela é Jubileu. E Stuart.
O conto de Maureen Johnson, é um conto incrivelmente engraçado, dei várias gargalhadas durante a leitura. A tempos não me divertia assim co um livro! Bom, a Jubileu é uma jovem de 16 anos, que como em todos os anos ia passar o Natal com seus pais e seu namorado, é claro, se seus pais não tivessem sido presos!

" Noah me levaria em casa e pararíamos um pouquinho... E então, é claro, meus pais foram presos e a coisa toda foi para o inferno."  pág. 8

E bem aí  a bagunça começa. Depois de receber essa notícia de forma nada delicada, ela é mandada em um trem diretamente para Flórida, para passar o Natal com seus avós. O problema é que além de ter dado tudo errado, está caindo a maior nevasca dos últimos 50 anos! E o trem acaba " atolando" na neve, muito antes do seu destino final.

" Gosto de pensar que sou uma solucionadora de problemas. Eu me distrairia no meio daquela bagunça."  pág.12

Ela acaba conhecendo Stuart, um rapaz que resolve ajudá- la já que o trem não tinha previsão de partida. Ele a leva para casa dele, mas é claro, que no caminho acontecem mil e uma coisas engraçadas que matam a gente de rir! 

" Stuart deve ter sentido meu desespero pelo modo como comecei a bater levemente a testa contra a mesa."  pág. 23

" Eu havia demonstrado todos os sinais de loucura naquela noite. Eu não teria me levado para casa."  pág. 24

Ela é obviamente muito bem recebida pela mãe de Stuart, uma senhora super divertida, mas que na opinião da Julie, era realmente muito estranha. 

" Debbie precisou se levantar e me servir uma fatia grossa de bolo antes de responder. E digo grossa de verdade. Tipo o sétimo livro do Harry Potter. Eu conseguiria derrubar um assaltante com aquela fatia de bolo."  pág. 41 

E é nesse ambiente familiar, cheio de doçura, graça e principalmente muita solidariedade e carinho. Que ela descobre como ser ela mesma, acabar com a dependência que tinha de seu namorado.  Acho que o que mais gostei na escrita, foi como de forma tão leve e engraçada a Maureen conseguiu passar essa mensagem fofa. De esperança, força e recomeço.
Jubileu é uma menina forte apesar de tudo. Encarou seus problemas de frente, não deixou " a peteca cair", com certeza foi o que mais gostei nela. Essa força de vontade, a motivação dela. E o romance ficou na medida certa, uma fofura!
O Stuart é um amado. Fofo, amigável, sensível e astuto! Foi super importante na história, principalmente para Julie, que conseguiu enxergar as coisas de forma mais clara quando conheceu Stuart. Ambos tem uma história quase idêntica, no quesito amor, e por isso foi super legal ver o desenvolvimento da relação deles.
A mensagem que captei no final do livro, e que com certeza vou pensar a respeito nesse Natal é que, embora as coisas estejam meio ruins, a gente deve levantar a cabeça e seguir adiante com esperança e força. E que ainda existe o bom e velho espírito natalino de solidariedade e compaixão, com quem podemos contar. Por fim, fica a dica as vezes o fim pode significar o começo de algo bem melhor para nós!

Espero que tenham gostado! Bjos e até a próxima.
P.S: Logo postarei a segunda e a terceira parte da resenha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer me fazer feliz, ou curtiu a matéria? Comente! Sua opinião é o mais importante! Ah, deixe seu link que terei prazer em retribuir o carinho ;)

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo