Lá Vem Resenha: Doce Procura


Doce Procura

Autor: Kevin Alan Milne 

Páginas: 320

Editora: Record

Classificação: 4/5

Sinopse: Doce Procura - Sophie Jones possui uma loja de doces em Seattle. Porém, sua vida não é muito açucarada. Uma série de tragédias, desde a morte dos pais em seu nono aniversário, a transformou em uma pessoa amarga. Agora, Garrett, seu ex-noivo, a procura para explicar por que a abandonou. Diante da recusa dela em conversar, os dois fazem uma aposta. Garrett colocará um anúncio no jornal pedindo provas de que a felicidade duradoura existe. Se conseguir cem respostas verdadeiras, ele terá a oportunidade de se justificar... e, quem sabe, recuperar o coração de Sophie. 

Hey meus amores! Estou aqui na difícil missão de falar sobre esse livro tão especial, que é o Doce Procura. Vou começar falando que o livro me surpreendeu em vários aspectos. Mas principalmente, porque eu já tinha uma ideia formada sobre ele. E no fim, o livro toma proporções tão inacreditáveis, que marca de uma forma muito especial. Não pela sua história de amor, mas pela história das vidas que separadas, sofrem e se culpam. Mas quando entrelaçadas, não prometem um para sempre, mas um feliz enquanto durar. O que já é um bom começo! 


"Sabe o que ele me disse? Disse que eu estava certa! Que devia me acostumar ao fato de que todas as coisas se vão. Todos nós morremos, então devemos desfrutar dos relacionamentos que temos enquanto durarem, e seguir em frente depois que terminam."

O livro traz a história da nada doce, na verdade muito amarga, sarcástica e durona, Sophie, quer dizer, Sophia Jones. Acho que esse nome já diz muito de quem ela é. Sophie, é uma mulher forte,mas muito machucada por uma vida cercada, literalmente, de perdas e tristezas.

A grande lei da sobrevivência para Sophie é nunca se apegar. Afinal, o fim sempre chega. E pra ela é quase sempre muito cedo. Todo esse medo de perder, que a impede de querer ganhar, é proveniente de um acidente de carro, sofrido aos seus nove anos de idade, quando de umas só vez, ela perde o pai, a mãe, e a avó.

Neste mesmo dia, a pequena Sophie, havia recebido sua sorte em um biscoito da sorte. Sorte da qual se desfez e transformou em um enorme trauma. Sophie foi criada por Ellen. A policial que a encontrou no meio do acidente. E tem outra irmã de criação, Evalynn.

Acho que a parte mais adorável dessa história é a Evalynn. Cheia de graça, mega divertida, e principalmente muito amiga! Eu a amei do fundo do coração! Ela é uma fofa!! Mas também tem seus problemas. Abandonada pela mãe, condenada por conta do uso de drogas, foi criada por Ellen. Mas não tem certeza de se pode ser mãe. E com a gravidez no quarto mês, ela passa um momento bem delicado. 

A Ellen é meio bobinha. Ela é uma pessoa doce, carinhosa e boa. Mas por medo de acabar magoando as filhas, que nunca a consideraram mãe de verdade, e que por vezes forma muito cruéis com ela, ela acaba se deixando ser magoada. Não gostei disso. Acho que ela tem que agir mais como mãe. Embora ela seja realmente um amor!


" Deus está guiando o barco até a costa, você só
precisa remar."

Em meio a um encontro às cegas, não tão à cegas assim, Garret se vê cara a cara com Sophie Jones. A mulher mais bonita que ele já conheceu na vida. E a ligação é instantânea! Mas para Garret, o encontro foi mais como o de um fã e sua diva. Ele ouviu falar de Sophie a vida toda. E conhecê-la sempre foi parte de seus planos, mas não se apaixonar por ela.

Após meses de namoro, eles resolvem se casar. Mas alguns dias antes do casamento, Garret abandona Sophie sem nenhuma explicação. E Sophie já traumatizada, resolve que é hora de dar um fim em todas as esperanças de ser feliz para sempre.


" Para mim, parece que muitas coisas na vida são temporárias. As pedras são apenas lembretes de que nem todas as coisas se dissipam tão rápido. Algumas, de fato, duram por eras... talvez para sempre."

Essa fase não acredito em felicidade duradoura da Sophie, é uma das melhores! Ela é amarga, sim, mas principalmente cheia de humor negro! Ri horrores com ela. E por incrível que pareça, todo o realismo da personagem me lembrou de mim mesma. Foi tudo que faltava para ela ganhar meu coração de vez, e por completo!


"Então partir meu coração foi uma opção melhor que engolir seu orgulho? Eu significava tão pouco pra você?"

No aniversário de Sophie, Garret resolve voltar e pedir uma chance para explicar o porque de te fugido. O dia, que para Sophie já é uma desgraça, se tornou insuportável! E para se livrar de vez de Garret, ela toma uma decisão. Se ele conseguir cem cartas, contando o que é felicidade, e desde que sejam histórias reais, de felicidade duradoura, ela sai com ele! 


"É cruel, não é? Sua terrível perda
foi meu incrível ganho."

Ao ver de Sophie, isso é impossível. Até porque ela só aceita se for publicado como anúncio no jornal, e ela quem julga as cartas também. Ou seja, Garret não tem chance nenhuma! Bom, pelo menos, era o que ela pensava.


“Pedras e recordações duram para sempre.”

Garret é o tipo de personagem que a gente não sabe se odeia amar, ou se ama odiar rsrs. Ele é um fofo, uma graça, além de lindo! Mas, sempre tem o mas né? kk, ele também tem seu lado enigmático e que nos deixa um pouco chateada. Ele não precisava ter fugido! Sempre há escolhas, e a dele foi meio covarde...


"Às vezes viver na mentira é mais fácil que confrontar a verdade"

Bom, no meio disso tudo, ainda tem os personagens secundários! E o Alex, é o melhor de todos!!! Filho de um dos envolvidos no acidente, que tem uma função simplesmente definitiva e estarrecedora, é um menino com síndrome de down, muito lindo e amável. A pureza, doçura e felicidade espontânea do menino me fascinaram! Ele é um amor.

Outra coisa que adorei, é que embora o livro seja contado em terceira pessoa, e assumo, não sou a maior fã desse tipo de escrita, o livro é cheio de passagens lindas! Como a história das estrelas, ou do biscoito da sorte. Nos enche de ensinamentos diversos. Simplesmente amo! 

Falando de biscoito, Sophie que é doceira, tem a receita mais engraçada e espetacular da história! O biscoito do azar. Um biscoito parecido com o da sorte, só que melado no puro cacau brasileiro. Ou seja, amarga muiiito! E dentro, ao invés de palavras de otimismo, ela escreve a mão frases completamente pessimistas. Eu morri de rir com as mensagens dela! E vou fazer um Só Podia Ser deles para vocês! Aguardem...


" Assim como o biscoito em sua mão, sua vida amorosa certamente vai se despedaçar e deixar um gosto muito ruim na boca."

A história de todos os envolvidos no acidente se entrelaçam de uma forma incrível! E no fim, cada um contribui com a reconstrução da vida de todos. E já vou adiantar, o final é emocionante! A carta de Jacob para Sophie, me arrasou. 


"(...) Você provavelmente está se perguntando o que isso tem a ver com felicidade. Como eu disse, tive vislumbres – graças à minha amiga, que me mostrou que a felicidade, às vezes, é a
coisa mais triste do mundo."

O livro conta com muitos apetrechos para formar uma história, doce, rica, irreverente e única. Cheio de personagens bem construídos, como o amigo mendigo da Sophie, que me fez querer entrar no livro e adotá-lo! rsrs, uma história muito bem escrita, de vidas muito bem intrincadas uma nas outras, e cartas lindas e sinceras sobre como a felicidade pode ser tudo e nada.


"Não consigo pensar em felicidade maior
que esta: ter a coragem de fazer a coisa mais difícil por amor, mesmo ficando de coração partido."


É uma história de amor próprio, perdão, auto descoberta, e segundas chances. Mas o melhor de tudo, é perceber que a felicidade não é algo impossivelmente inalcançável. Ela está em tudo, e só depende de nós mesmos enxergá-la e agarrá-la, ou não. Espero que vocês tenham gostado! E que não deixem de me dizer o que acharam ;)


" (...) Vivam cada momento como se fosse o último. Um dia ele será. Mais tarde do que cedo, espero, mas, desde que vivam bem, não vai ter importância quanto tempo viverão."

Nos vemos em breve! Bjokas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer me fazer feliz, ou curtiu a matéria? Comente! Sua opinião é o mais importante! Ah, deixe seu link que terei prazer em retribuir o carinho ;)

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo