Livro x Filme: Insurgente

Hey amores! Como recentemente assisti a Insurgente e ainda não havia feito a resenha do livro, resolvi fazer um livro x filme de Insurgente. Vou fazer a resenha do livro, e a resenha do filme de uma só vez! 

Insurgente 
Autor(a): Veronica Roth

Páginas: 512

Classificação: 4/5

Sinopse: Insurgente - Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama - e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor. 


"Como um animal selvagem, a verdade é poderosa
demais para ser mantida aprisionada."

Então amores, o livro começa exatamente onde termina Divergente. Mas agora, há uma enorme diferença entre o mundo que conhecemos no primeiro e o que estamos vendo no segundo. O que conhecemos no primeiro, é completamente destruído no segundo.


" Ambos travamos uma guerra dentro de nós. Às vezes, isso nos mantém vivos. Outras vezes, ameaça nos destruir."

Quem já leu a trilogia, sabe que depois que o primeiro livro é lido, fica difícil não se viciar no mundo criado pela Veronica. E uma das coisas que mais adoro nessa autora é que cada página por ela escrita, tem uma utilidade dentro da história, que é fora do comum! Não tenho como contestar que ela é INCRÍVEL! Mas passei MUITA raiva com esse livro! Melhor dizendo, com o Quatro e o Caleb


" Uma coisa que a Audácia sabe fazer, e a Franqueza não, é lutar, mesmo quando isso parece inútil. Por outro lado, uma coisa que a Franqueza sabe, e a Audácia não, é como não
perder o controle."

Em algumas cenas eu parei, respirei, e só voltei porque tinha que ver se era a hora em que a Tris ia dar uma surra em um dos dois!! Infelizmente a Tris é uma pessoa muito boa, porque se fosse eu... Mas enfim, tirando essa raiva maluca que me consumiu em grande parte do livro - sério Quatro, tá na hora de crescer! - o livro é uma enchente de surpresas, ação e segredos revelados que destruíram todas as minhas teorias.


" Às vezes, sinto que estou colecionando as lições que cada facção tem a me ensinar e guardando-as em minha mente, como um guia para me virar no mundo. Há sempre algo a aprender, sempre algo que é importante entender."

Uma das coisas que mais critiquei em Divergente, foi o fato de não ser explicado detalhadamente o que era ser um divergente. Agora entendo porque. Nesse livro Veronica simplesmente solta a bomba nas nossas mãos e deixa ela explodir! Me senti indo aos ares, com o final desse livro. Não estava pronta para o que viria.


" Sou como Jeanine. Posso odiar isso, atacar isso, erradicar
isso... ou usar isso."

 Nada do que eu disser aqui nessa resenha, vai fazer jus a tsunami de emoções que tive ao longo da leitura! Ou ao quanto ela é maravilhosa, por isso recomendo que leiam!


 Se você morrer, eu morro junto. – Tobias olha para trás e me encara. – Pedi para você não fazer isso. Você tomou sua decisão. Essas são as consequências."

Esse livro destoa totalmente do que é Divergente, sem perder em nenhum momento o rumo da história. Dá para entender? rsrs. Ele continua com o mesmo estilo de narrativa, os mesmos personagens e o fluxo enorme de emoções malucas. Mas está completamente diferente! Os personagens amadureceram tanto! A Tris!! Gente, o que é aquilo? Essa personagem é especial! 


" Acho que choramos para liberar nosso lado animal, sem perder a humanidade. Porque, dentro de mim, há uma fera que rosna, ruge e luta por liberdade, por Tobias e, acima de tudo, pela vida. Por mais que eu tente, não consigo matar essa fera."

Mas também teve sua parte não tão cor -de- rosa assim. Depois de saírem da cidade, Tris, Quatro, Caleb Peter, partem em busca dos outros sobreviventes ao ataque da Erudição, escondidos na Amizade. E são acolhidos por sua líder Johana, sob apenas uma condição: Sem brigas! Agora pensa em como a Tris ficou feliz nessa situação? Pois é, não demorou muito para problemas entre ela e o tão adorável - só que não - do Peter entrarem em colisão.


" A arrogância é uma das falhas do coração daqueles que pertencem à Erudição.Sei disso. Ela muitas vezes está presente no meu.Mas a ganância é outra. E eu não tenho essa falha. Portanto, estou na metade do caminho, como sempre."

Prestes a serem expulsos da Amizade, tendo apenas um prazo bem curto de tempo para irem embora, a Erudição ataca a sede da Amizade. E é aí, que as coisas começam a esquentar. 

A volta de alguns personagens é fundamental para a história ficar melhor ainda! Por exemplo,  Edward, personagem que sai da Audácia, após ter sido fortemente agredido por Peter, reaparece com força total! Quatro e Tris, se aliam aos sem-facção, - o que a Tris desde o início soube que não era uma boa ideia, mas o Quatro escuta? É claro que não! - para tomar o poder de Jeanine e arrumar a bagunça que ela fez.

Essa é uma das partes mais gostosas do livro! Toda aquela liberdade de volta, aquela adrenalina, luta após luta, e a sobrevivência dos personagens que amamos em jogo... Isso me deixa tão empolgada e nervosa ao mesmo tempo! Amo!! 
Após a pequena estadia na Amizade, e o tempo com os sem- facção, lá vão Tris e Quatro atrás do que sobrou dos integrantes da Audácia. Que estão abrigados na Franqueza.

Aí vem uma das partes mais complicadas da história, que sinceramente me botou no chão. Tris tem algo realmente sério a revelar a Christina, mas isso não acontece exatamente como ela estava esperando, e essa cena acabou com o meu coração! Sem a parceria de Chris, Tris fica meio sozinha. Ainda tem a rebeldia do Quatro e o sumiço de Caleb, que resolveu voltar a Abnegação para ajudar com os estragos...

Nesse momento eu me senti tão conectada com a personagem! Era como se ela sozinha estivesse traçando uma guerra contra o mundo. E eu a respeito muuuuito por isso! Ela é realmente incrível. Novamente destemida, imbatível, forte e inteligente, me deixou com o queixo caído várias vezes!! Só o que me chateou, foi o trauma que ela trouxe com ela da guerra em Divergente. EU NÃO AGUENTEI ISSO! QUIS BATER NELA!! rsrs.

Após o encontro não muito amigável na Franqueza, a perda da amizade da Chris, e a cena do soro da verdade, - essa cena merece destaque, o que foi aquilo em gente? Me arrepio só de lembrar! - os membros da Audácia voltam a sua facção de origem. Saudade do complexo, e dos momentos descontraídos que eles tinham por lá. Foi o momento mais relax da história... 

É claro que entre essas cenas, acontece muuuita coisa, estou contando tudo por alto, mas ainda tem a invasão da Erudição atrás dos Divergentes, aliás cena pela qual lamento ainda hoje! Muita maldade do Eric, que rende algumas balas contendo soro de simulação presas aos integrantes da Audácia. Balas essas, que momentos depois renderiam a Erudição a auto entrega de Tris.

Bom, essas balas ficam cravadas no corpo das pessoas, e sempre que a Janine cria uma simulação, as pessoas fazem o que veem na simulação. Nessa, Tris acaba perdendo uma amiga muito querida. E uma das minhas personagens favoritas. O que a leva a se entregar a Erudição. Já que a Janine não iria parar com as mortes, até que um Divergente  se entregasse.

Aí começa a parte tensa do livro. Vocês conseguem perceber o tanto de coisas que acontecem? Em quantas partes esse livro poderia ser dividido? É impressionante!! Bom, nessa parte da história, é onde acabamos descobrindo o que o Caleb realmente andou fazendo. E só tenho uma palavra para isso. DECEPÇÃO TOTAL! Não acreditei quando li. Na verdade rezei para que tivesse uma boa explicação, mas não tem. Ele é um covarde e ponto!!!


" Às vezes, a personalidade de uma pessoa não tem nada a ver com sua escolha de facção"

Depois disso os acontecimentos se desenvolvem em um borrão! É uma coisa louca. A gente perde o fôlego, o coração acelera e o livro caminha para um rumo que já mostrava bem o que viria a seguir... Acho que comecei a ver nesse que as coisas iriam ladeira abaixo.  O final é a única fonte de esperança. Os portões foram abertos, e os segredos vão cair!


" Descobri que as pessoas são compostas de camadas e mais camadas de segredos. Você pode achar que as conhece, que as entende, mas seus motivos estão sempre ocultos, enterrados em seus próprios corações. Você nunca as conhecerá de verdade, mas às vezes decide confiar nelas."

Bom, o final é realmente surpreendente! E o papel do Marcus, pai do Quatro, nesse livro é fundamental! Quase não acreditei que podia contar com ele, mas é incrível como as pessoas lutam quando se trata dos seus próprios ideais! 


" Esta noite serei honesta, altruísta e corajosa. Serei Divergente."

Os personagens secundários, como sempre, merecem destaque! O Zeke, a Chris, a Shaunna - quis bater nela! - a Cara, - insuportável, queria que tivesse morrido! - a Lyn - muito amor por essa personagem! - a Marlene - chorei por ela - e o Uriah! - suspiros - Meu novo amor mais do que amado!! <3 Além de fundamentais para a trama, deixam tudo tão mais leve e apaixonante! Tirando a Cara, que embora seja fundamental eu realmente preferia que ela tivesse morrido! 

Mas enfim, esse é o segundo livro da série, e como sempre passei pela maldição da sequência. Que é quando o segundo livro dá aquela caída em relação ao primeiro. Não acho que ela tenha caído, ou que tenha sido ruim em comparação com o primeiro. Mas ainda não entendo o que aconteceu com o Quatro! Foi muita decepção, não esperava isso dele...

Tirando os contra tempos, - e as vezes que o livro foi voando parar nas paredes, acho que ele é Divergente, kkk - o livro é ÓTIMO! Super recomendo. É mega empolgante, cheio de emoção e adrenalina, forte, intenso... PERFEITO!!! Leiam! 


" A tristeza não é tão pesada quanto a culpa, mas rouba mais de nós."






Direção:Robert Schwentke 

Duração: 1h59min

Elenco: Shailene Woodley; Theo James; Ansel Elgort; Miles Teller; Octavia Spencer; Kate Wisnlet...

Classificação: 3/5

Sinopse: Tris (Shailene Woodley) e Quatro (Theo James) agora são fugitivos e procurados por Jeanine Matthews (Kate Winslet), líder da Erudição. Em busca de respostas e assombrados por prévias escolhas, o casal enfrentará inimagináveis desafios enquanto tentam descobrir a verdade sobre o mundo em que vivem.

Trailer:



" Os Divergentes irão destruir tudo se não forem destruídos."


É com esse discurso inflamado e absurdo da Janine, culpando os Divergentes pelo ataque a abnegação, que começamos o filme. E a primeira grande coisa a dizer sobre esse filme é: Não espere uma adaptação fiel ao livro!

Um grande debate está ocorrendo entre leitores e fãs, blogueiros, críticos e todo mundo que leu o livro, ou viu o primeiro filme. Não há fidelidade com relação ao livro nesse filme. Nossa Anya, não tem nada a ver? Não, é lógico que ele se parece com o livro, segue a mesma linha do livro. Mas muita coisa foi modificada. 

Algumas mudanças foram muito bem efetuadas. Mas algumas são tão desnecessárias, que me pergunto se tem um motivo real para elas terem acontecido. Essa é a única explicação. E na verdade estou rezando para que seja um sinal de que as coisas poder mudar nos próximos filmes, para a melhor é claro. Porque senão, eu vou ficar muito confusa!

Não há nada melhor do que você ir assistir a uma adaptação de um livro que você ama, chegar no cinema e se sentir dentro do livro novamente. Mas em se tratando desse sentimento, esteja preparado para muitos: What the Fuck??! What??? É sério isso? Mas, não era assim... E assim por diante. Foi exatamente como eu fiquei. Sorri, xinguei e até chorei no final com uma fagulha de esperança brotando em meu peito.

Vou avaliar de duas formas. Uma de forma imparcial, e outra como fã. Só para a gente entender os dois lados. Vendo de forma imparcial, o filme arrebenta! Cheio de efeitos incríveis, atores maravilhosos, uma história intrigante e satisfatória, que na verdade nos deixa bem curiosos para ver o que virá depois. Uma trilha sonora sensacional e uma trama que nos deixa bem atento o tempo todo. É um ótimo filme! 

Mas se você for fã... O filme é quase uma história alternativa do livro. É claro que sendo uma adaptação, por inúmeras razões, como tempo, roteiro... não daria para colocar o livro dentro de um filme de forma fiel, sem perder a surpresa e a graça, e claro, sem durar menos de um dia! kk Mas... Acontece que o filme está realmente MUITO diferente. E como eu disse, algumas mudanças são aceitáveis, mas outras são quase absurdas.

Bom, com relação aos efeitos... GENTE!!! Eu assisti em 3D e amei! O filme está intenso, cheio de ação e todos aqueles efeitos maravilhosos! Sim, nesse quesito, o filme é grande! Tem muito mais investimento que o primeiro, e isso é inegável! Em compensação, algumas coisas ficaram bem a quem.

A trilha sonora está perfeita e combinou perfeitamente com o filme. Mas senti falta de algumas músicas citadas na trilha sonora. Como já dito, o filme apostaria no score. Foi o que aconteceu. Mas no final, aquela cena, a esperança que me acendeu como uma árvore de natal!!, me tirou lágrimas! De felicidade e de esperança! Eu acho, na minha mais humilde opinião, que há uma possibilidade de ser diferente! Estou até participando de uma petição para um final diferente!! kkk. Vou deixar o link aqui, e pedir implorar, suplicar pelo amor de Deus!!! Assinem!!! que vocês nos ajudem divulgando e assinando! 

Agora, vamos aos defeitos! Eu ainda estou chocada com os cortes e mudanças, principalmente com relação aos personagens. Uma cena muito importante no livro, é a cena do soro da verdade, quando Tris revela algo muito importante para sua amiga Chris, no filme essa cena existe, mas foi modificada e de alguma forma diminuída, para mim faltou algo...

E o Quatro. Embora ele não banque o espertão e se ferre como no livro, ele passou a ser um mero ajudante da Tris. Não gostei disso, sinceramente! O romance entre os dois, continua sendo muito pouco explorado, mas não há desculpa para isso já que nesse filme há muito menos de cenas de luta do que no primeiro. Mas o que nós podemos ver, pelo menos é o bastante para entender o quão forte é a ligação desses dois, e principalmente o quanto Quatro está disposto a fazer tudo por ela! O amei ainda mais no filme, por isso! rsrs.

"Nós estamos bem. Nada mais está, mas nós estamos."

O personagem que roubou a cena, e que pra mim foi o que ficou mais fiel ao livro, foi o Peter! Miler Teller arrebentou a boca do balão nesse filme! A expressão dele na cena em que ele dá cobertura e ajuda Quatro e Tris a fugirem da erudição ficou demais!!! Mais o restante dos personagens, foram muito, muito mal utilizados no filme! A Evelyn não precisava existir no filme, não teria feito diferença!

A Tris, como no livro, cresceu muito! Cresceu rápido!! Está incrível. E na minha humilde opinião, foi a melhor de todos! Como sempre a Shailene arrasando. Não sei nem o que dizer do Caleb... Aí gente, que personagem desgastante e desnecessário! Não aguento!! E olha que amo de paixão o Ansel!!Mas nesse filme, não dá!

Não vou sair contando o que acontece, porque senão eu vou estragar tudo! Mas assim que vocês assistirem vão entender, e por favor venham me contar o que acharam. Mas em resumo, o filme está muito bom por um lado, e não tão bom assim por outro. Mas se você quer saber se eu gostei... A resposta é SIM! Só essa possibilidade de mudança no final do filme, já aqueceu meu coração de uma forma inexplicável e que vai me deixar contente o suficiente até o próximo filme. Do qual eu realmente não sei o que esperar! 

Mas e vocês meus amores, já assistiram? O que acharam? Espero que tenham gostado e que me contem a opinião de vocês sobre o filme e sobre o livro.

" Quando se é a única esperança da civilização, a paz não é uma escolha. É uma obrigação."

Bjokas carinhosas e até a próxima...

2 comentários:

  1. Uau! Com essa resenha rica, se eu não sair agora para comprar este livro não sei o que será de mim!

    SIMPLESMENTE THE BEST

    Parabéns! Está perfeita essa resenha.

    beijos
    Paty (leiturasplus.blogspot.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwwwwwwwwwwwwwwwwwwwnt! Esse comentário me fez ganhar o ano! Ainda mais vindo dessa resenhista de mão cheia que você é Patrícia! <3 Obrigada pelo carinho de sempre! Estou super na torcida para você amar tanto quanto eu essa história magnífica!!! Bjokas e volte sempre sua linda!

      Excluir

Quer me fazer feliz, ou curtiu a matéria? Comente! Sua opinião é o mais importante! Ah, deixe seu link que terei prazer em retribuir o carinho ;)

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo