Lá Vem Resenha: Um Caso Perdido & Losing Hope

Hey amores e amoras! Como vocês puderam perceber, o blog andou meio parado. Mas eu vou atualizar,enfim, as muitas resenhas que estão atrasadas. Agora, que eu consegui me organizar um pouco mais, pretendo postar as resenhas atrasadas o mais rápido possível. E lá vamos nós!

As resenhas de hoje, pertencem a uma duologia da autora Coleen Hoover. E por ser uma duologia, e eu já ter lido os dois livros, vou fazer uma resenha dupla!



"A vida é
realista, e, às vezes, as coisas ficam feias e
só nos resta aprender a lidar com elas."


Um Caso Perdido 
Autor(a): Colleen Hoover 
Páginas: 384
Classificação: 4\5
Sinopse: Um Caso Perdido - Às vezes, descobrir a verdade pode te deixar com menos esperança do que acreditar em mentiras...

Em seu último ano de escola, Sky conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la. E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente.



"Passei a vida inteira procurando você."

Bom meus amores, estou devendo essa resenha desde o final do ano passado. Mas acho que mais do que falta de tempo, estavam me faltando palavras para falar dessa história que mexeu tanto comigo e que de alguma forma me machucou bastante.

Esse é um livro bem delicado, e por isso essa resenha se tornou especialmente difícil. Um grande desafio, pelo qual não sei se vou consegui passar. Mas vou tentar! Tentarei fazer ela curtinha, porque afinal, serão duas... rsrs.


O livro conta a história de uma moça nem um pouco convencional chamada Sky. Tirando a pureza do seu próprio nome, poucas coisas são tão doces e resguardadas em sua história e passado. Sky tem uma reputação de botar muita menina má no chinelo. Mas não nos enganemos por isso, porque na verdade ela é muito mais pura e inocente do que muita good girl por aí.


E há Holder. Um bad boy capaz de colocar sua reputação à altura da dela. Não sei bem como explicar a história desses dois sem revelar muita coisa sobre a trama que  é assustadoramente bem construída, e cheia de reviravoltas atordoantes. Mudei meu conceito sobre reviravoltas depois que li Um Caso Perdido rsrs.



O livro é intenso, perturbador e principalmente doloroso. pelo menos foi o que eu senti. Na verdade nunca tinha me sentido tão na pele  de um personagem como me senti com a Sky, os sentimentos dela influenciaram os meus, e oprimiram meus pulmões. Foi tenso! No início do livro é tudo tão terno e gostoso, que não consegui imaginar a dimensão que tomaria. Com a sinopse bem curta e sucinta quanto ao que o livro traz, eu não esperava mais do que um new adult comum. Tamanha foi minha surpresa ao me deparar com tantos segredos e decepções.


"Às vezes, precisamos escolher entre um monte de
escolhas erradas, sem a possibilidade de nenhuma
certa. Você simplesmente tem de decidir pela escolha
errada que parece menos errada."

 Sky teve uma vida boa, sem muitas complicações, era uma jovem normal. Até que aparece Holder. O menino conturbado que parece ter mais de uma personalidade sempre pronta para entrar em cena. No início a instabilidade emocional do Holder me incomodou muito, mais quanto mais o conhecemos, mais entendemos seus motivos. E acreditem, são bons, muito bons motivos! 


Sky vive uma vida privada da tecnologia. E essa é a única coisa que a difere de qualquer outra pessoa. Quer dizer, essa e a sua reputação, que não ajuda muito. No último ano de escola, ela consegue convencer sua mãe a estudar em uma escola pública,já que ela que estudou a vida toda em casa. Mas ao começar na nova escola, descobre que talvez não tenha sido lá uma tão boa ideia assim. Além da recorrente provocação e dos insultos que sofre, aos quais ela não liga muito, ela não tem nenhum amigo. Já que sua única e melhor amiga está em um intercâmbio na Espanha.


Sky acaba fazendo uma aliança para ser a melhor amiga do mundo todo! do doce e mórmon Breckin. De longe ele é o personagem mais engraçado desse livro. Divertido, doce, companheiro, protetor, eu o adorei! Embora ele apareça pouco no livro, ele conseguiu deixar sua marca!


Pena que sua mãe não libera
seu acesso à internet. É um lugar incrível para você
descobrir coisas sobre si mesma que nem você sabia."

E é sempre com ele que ela conta quando as coisas entre ela e Holder vão mal, na verdade Holder também tem uma aliança secreta com Breckin para cuidar de sua amada, mesmo quando não estão tão bem. A história entre eles é complicada e divertida. Tudo ao mesmo tempo. Mas a partir de um pouco antes da metade do livro, as coisas começam a ficar estranhas.



"Não vou ficar desejando uma vida perfeita. As coisas
que nos derrubam na vida são testes, e esses testes
nos forçam a escolher entre desistir, ficar caída no
chão ou sacudir a poeira e se levantar com ainda
mais firmeza que antes."

Um personagem que me cativou, me conquistou e que vou amar e carregar um pedacinho dela em mim para sempre, é a Karen. A mãe da Sky. Ela é incrível! E eu nunca conseguiria desconfiar dela nem por um único instante!! Mas a Sky precisou desconfiar, quando ao descobrir a verdade sobre seu passado e o de Holder, que estão ligados de uma forma desconcertante, tudo em que havia acreditado e vivido desaba bem na sua frente.


Não vou me ater aos detalhes da história, até porque já faz um tempinho que eu li então... Mas posso dizer que o livro é espetacular! Nos faz questionar a tudo e todos. O que aconteceria se vocÊ descobrisse do nada que em tudo o que você acreditava era mentira? Quando nem você sabe do seu próprio passado? É bem assustador! Principalmente quando o que você descobre, ficaria bem melhor escondido.

Um Caso Perdido é um livro forte, emocionalmente pesado e que com certeza mexe muito com os leitores. Nunca vi uma escrita tão real e tão cheia de intensidade. Senti e vivi todas as dores da Sky como minhas próprias. Mas eu super indico para aqueles que gostam de uma boa história, e de uma trama impecável cheia de segredos e reviravoltas de fazer parar o coração.


"Estou escolhendo me
levantar com mais firmeza. Provavelmente vou ser
derrubada mais algumas vezes antes da vida se
cansar de mim, mas garanto que nunca vou ficar
caída no chão."


"Ela nem sequer me diz que vai ficar bem quando cada pingo de tudo o que foi deixado dentro do meu peito é propelido fora de mim no momento que eu percebi que a melhor parte de mim está morta."


 Losing Hope
Autor(a): Colleen Hoover 

Páginas: 256
Classificação: 5\5
Sinopse: Sem Esperança - Assombrado pela culpa e pelo remorso por não conseguir salvar Hope nem Less, Holder desenvolveu uma personalidade agressiva. Mas, quando finalmente se depara com Hope depois de tantos anos, não poderia imaginar que o sofrimento seria ainda maior após o reencontro. Em Sem esperança, Holder revela como os acontecimentos da infância de Hope, que agora se chama Sky, afetaram sua vida e sua família, fazendo-o buscar a própria redenção na possibilidade de salvá-la. Mas é apenas amando Sky que ele finalmente será capaz de começar a se reconciliar com si mesmo.

Esse livro! Eu pensei que tinha conhecido Holder em Um Caso Perdido, que já entendia os seus sentimentos e que já sabia quem ele era. Nunca estive tão enganada! Eu realmente não sabia nada a respeito dele. Como eu disse, fiquei bem incomodada com o comportamento temperamental dele, mas no segundo livro, que eu particularmente amei ainda mais do que o primeiro, isso é tão a minha cara! Me apaixonar pelo mocinho no segundo livro...rsrs descobri a real personalidade do Holder. Um menino doce e marcado pelas muitas tragédias da vida.

" Só precisamos aceitar que as coisas são como são, e toda a culpa e arrependimento do mundo não pode mudar isso."

Uma das coisas que mais me afetaram foi a relação dele com sua irmã gêmea Leslie. Sério gente, é muuuuito lindo o amor que ele tem por ela. E a relação entre irmãos é algo que me fascina! Mas ainda tem as cartas. Cartas essas que ele escrevia para sua irmã que se suicidou. Esse é outro detalhe que torna a narrativa mais emocionante ainda.  

" Talvez eu passasse tanto tempo tentando protegê-la que nunca pensei que eu realmente precisava estar protegendo você de você mesma e não de Grayson."

A perda o está enlouquecendo, mas então ele acaba encontrando um caderno, onde supostamente sua irmã deveria estar escrevendo para a terapia que estava fazendo. Mas não havia nada escrito. Então, ele resolve escrever para ela. Tudo que acontece na vida dele, ele retrata no diário. Foi o que mais me fez chorar, as cartas são todas de cortar o coração, mas lá para o final tem uma que me quebrou. E esse é com certeza o maior motivo pelo qual mais amei esse livro.

" Eu vou te dizer mais amanhã, mas hoje só precisava te dizer que te amo." 

Além das cartas, há Daniel. O melhor e único amigo do Holder, que por sinal obrigada Deeeeeeeeeeeeus! tem um livro só dele, que eu vou com certeza ler em breve! Mas ele de longe  é a pessoa mais engraçada dessa história. Eu ri tanto com as tiradas dele, lendo no carro, todo mundo conversando e eu engasgando de rir! Imagina a cara dos meus pais né? Devem ter pensado que tinha ficado louca de vez! Mas toda vez que esse menino entrava em cena eu já me preparava! Gargalhei muito com ele. 

Esse foi um diferencial mega necessário para a história, para ela não ficar tão pesada. Mas enfim, a história começa a ficar séria. E eu já estava me preparando para entrar de novo nos sentimentos intensos e instáveis dos personagens. Mas, isso não aconteceu. Não sei se por causa das cartas, do modo como ele é muito mais doce do que aparenta, ou porque ele tinha uma relação linda com a irmã mesmo depois de morta.

"Todas as noites você segurou-me e deixou-me chorar... não tem idéia de quantas vezes você já me salvou." 
Les.

Bom, a relação dele com a Sky pela perspectiva desse livro, também me cativou mais. Ele é muito fofo! E a medida que as coisas vão ficando sérias entre os dois, e os segredos vem como um balde de água fria a história conseguiu me atingir em cheio sem me afetar tão profundamente. Eu me senti mal por tudo que eles descobriram, porque é realmente horrível, mas só.

"Toda vez que ela fala, o murro no peito me lembra que ainda há alguma coisa lá. Não acho que meu peito tem estado vazio este tempo todo como eu pensava. O que restou dentro de mim foi dormir, e ela está de alguma forma lentamente acordando."

 E nesse livro eu chorei muito mais do que no outro. Mas a diferença é que em Um Caso Perdido eu me senti pesada, com o coração afundado a cada descoberta. Fiquei com aquele nó na garganta, mais não consegui chorar. Com o Holder foi tudo mais simples. Eu chorei, chorei muito, e pronto! rsrs.


"Mas hoje à noite?
Esta noite eu caí no amor por Sky.
H."


Eu amei o livro. É um livro doce, cativante, emocionante e principalmente marcante. Nunca vou me esquecer do sentimento de saudade que compartilhei com Holder. Foi uma coisa mega especial que será sempre uma ligação única. Esse eu com certeza indico para todo mundo, sem contra indicações! 

" Não sei o que será mais doloroso. Ficar longe dela, para ela não descobrir, ou contar a verdade e arruinar a vida dela tudo de novo."

Espero que vocês tenham gostado,e que não deixem de me dizer o que acharam! 

"O céu é sempre lindo...."

Bjokas e até a próxima...




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer me fazer feliz, ou curtiu a matéria? Comente! Sua opinião é o mais importante! Ah, deixe seu link que terei prazer em retribuir o carinho ;)

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo