Parei Para Assistir: As Vantagens De Ser Invisível

As Vantagens de Ser Invisível

Direção: Stephen Chbosky 

Duração: 1h43min

Elenco: Logan Lerman; Emma Watson; Ezra Miller...

Classificação: 5/5

Sinopse: Charlie (Logan Lerman) é um jovem que tem dificuldades para interagir em sua nova escola. Com os nervos à flor da pele, ele se sente deslocado no ambiente. Sua professora de literatura, no entanto, acredita nele e o vê como um gênio. Mas Charlie continua a pensar pouco de si... até o dia em que dois amigos, Patrick (Ezra Miller) e Sam (Emma Watson), passam a andar com ele.






"Nós somos infinitos."

Hey amores! As Vantagens De Ser Invisível, nunca foi um livro que me atraiu muito. Mas então, eu vi o filme. E agora preciso desesperadamente ler o livro! Na verdade essa história começou a me chamar a  bastante tempo atrás, logo quando o livro foi lançado. Mas eu não dei muita bola. Entretanto, sinto que agora não há mais escapatória para mim não. E eu não quero escapar...

O filme conseguiu me pegou de jeito! Não esperei que eu fosse gostar tanto dessa história como eu gostei. Estive tentada a não assistir só por medo do que eu sentiria após o filme, já que tantas pessoas disseram que a história era simplesmente linda e emocionante. Talvez essas não sejam as palavras certas para descrever esse filme, mas eu concordo inteiramente que ele é incrivelmente perfeito.

Confesso que eu sempre tive uma trava com a Emma Watson. E nesse caso não foi diferente, mas esse ano eu estou mordendo bastante a minha língua e mudando constantemente de opinião a respeito de certos atores e autores. Estou gostando disso! E claro, que foi isso que aconteceu com a atuação da Emma. Simplesmente magnífica!!! Pelo menos do que eu já vi da atriz, ela conseguiu me impressionar com esse filme.

A trilha sonora é linda!!! Primeira coisa sobre a trilha, tem muita música antiga!!! E digamos que eu tenho um total despencamento por esse tipo de música, influência dos meus ótimos pais com bom gosto para música é claro, então não tinha como não amar. E depois que foi muito bem feita a colocação das músicas, cenas certas + músicas certas = Trilha Perfeita!!!

E a história... Eu não sei nem por onde começar. Na verdade o começo parece uma boa ideia! Charlie não está muito certo de sua segurança no ensino médio. Não tem confiança em si, e ainda parece saber pouco sobre si mesmo. Além de ter dificuldades consigo, ele não é muito bom em se relacionar com as pessoas. E isso é a receita perfeita para um completo desastre. Ou foi o resultado de um grande desastre. No nosso caso, ficamos com a segunda alternativa.

Depois de um trauma na infância, seguido por outro trauma na adolescência. Charlie não tem muitas expectativas para sua vida, ou nem mesmo para o colegial. É um cara muito legal, mas bastante fechado. E isso o atrapalha demais. Mas a vida as vezes tem um jeito meio incerto de mudar as coisas e nos mostrar que talvez, estávamos olhando pelo ângulo errado. E isso que acontece em as vantagens de ser invisível. 

Embora eu ainda não tenha lido o livro, o filme também se passa em cartas, o Charlie as escreve para seu melhor amigo, contando tudo que lhe vem acontecendo, as mudanças, surpresas e experiências novas pelas quais ele vem passando. E olha, são muitas, muitas mesmo!!! Durante o filme, ele vai escrevendo cada vez menos cartas, o que significa que ele está melhorando. Mas ao final do filme, ainda temos surpresas.

O desenvolvimento é tão delicado, que agente quase não nota. Mas ele está lá, se fazendo presente e mudando as coisas, vemos os altos e baixos e a recuperação de Charlie, como se estivéssemos vivendo. É bem intenso, mas muito real. Tive os mesmos medos que ele, me vi chorando pelos problemas dele, encarnei o Charlie. E vivi a difícil vida dele. Passa muita coisa pela cabeça dele, e ele simplesmente não sabe como dominar todos esses fatos do qual ele não tem culpa ou escolha de terem acontecido. 

"Não podemos mudar nosso passado. Mas podemos decidir o futuro."

Como eu estava dizendo, o filme é bem real. Algo que pode acontecer com qualquer um, qualquer um mesmo. Afinal de contas, quem nunca teve medo do primeiro dia de escola? Ou contou os minutos para que esse dia acabasse logo? Eu já passei por isso várias vezes, mudei de escola mais do que de roupas! rsrsrsrs. Depende de pessoa,para pessoa, essa adaptação. E isso leva tempo... As vezes é quase impossível, mas agente aprende a dar um jeitinho com o passar do tempo.

Charlie não me pareceu maluco ou bobo. Mas sim um garoto doce e ingênuo. Um tanto diferente, mas quem é igual? E isso me contagiou, essa impressão de que podemos ser infinitos se quisermos, mudar o nosso mundo se quisermos. A questão da doçura dele se reflete muito bem em suas amizades, pessoas com somente um ponto em comum, suas diferenças. Todos com seus próprios estilos, e socialmente "Deslocados" fizeram uma reviravolta na vida desse garoto quieto e fofo, que em tantos momentos eu quis para mim.

"Me sinto infinito."

Ele tem uma ótima família, mas não sei. Talvez no livro seja diferente, mas no filme pelo menos para mim, eles me pareceram meio omissos do quanto o filho precisava de ajuda. Adorei os irmãos dele! Sua irmã é um pouco pela estética das coisas, mas nada muito prejudicial. E seu irmão é um fofo, que embora tenha ido para a faculdade se preocupa com o irmão. Eu adorei essa visão que eles passaram. 

Alguns personagens merecem destaque! O Patrick por exemplo. Sabe aquele amigo gay que toda mulher quer ter? É ele! Pelo menos que eu queria ter uma amigo como ele! Meigo e extrovertido, doce e divertido. Ele é a combinação perfeita dos opostos!!! Embora não seja fácil para ele ser homossexual. E eu adorei a abordagem clara e sincera desse tema também.
E tem o primeiro amor colocado de forma doce, pura, ingênua e realista. Que foi o que eu mais amei! É tudo muito real, é como as coisas realmente acontecem, e não como nós gostaríamos que acontecesse. É forte e quebrável, irresistível e impossível. É tão real, que é quase mágico. Simplesmente tocante e marcante.

"Aceitamos o amor que achamos merecer."


A atuação desse elenco está nota mil! Me surpreendi e adorei!! Fiquei muuuuuito contente com o final do filme, porque realmente foi algo crível, sensível e feliz. Simples assim. Recomendo e com certeza já se faz um dos meus favoritos.

Espero que tenham gostado.
Bjokas e até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer me fazer feliz, ou curtiu a matéria? Comente! Sua opinião é o mais importante! Ah, deixe seu link que terei prazer em retribuir o carinho ;)

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo