{Lá Vem Resenha} O Livro de Cam - Unforgiven


Autor(a): Lauren Kate

Editora: Galera Record

Páginas: 308


Sinopse: Cam sabe o que é tormento. Ele viveu mais no Inferno que qualquer anjo jamais deveria. Seu mais recente martírio se chama ensino médio. E o belo anjo está ciente da ironia nisso tudo. Mas após a escolha de Luce e Daniel, Cam não pode deixar de sentir que chegou a hora de também se render a única coisa que o leva mais alto que as próprias asas: o amor.
Assim, Cam sela um pacto com o diabo... Para tentar libertar das garras de Lúcifer a única alma que já amou: a mortal Lilith. A garota habita um purgatório particular em sua existência nos círculos do Inferno. Cada um escolhido e arquitetado com esmero pelo demônio. Tudo por causa de Cam… e seus pecados. No mais recente, ela é a pária da Escola Preparatória Trumbull. Nenhum amigo, nenhuma esperança.
Mas, se em quinze dias Cam reconquistar Lilith, ela será libertada. E ambos poderão viver o amor que um dia o anjo renegou. Caso ele fracasse, há um lugar de destaque o guardando além da Muralha das Trevas. O livro de Cam é mais um emocionante capítulo na saga de Fallen, que em breve chega aos cinemas pelos estúdios Disney. Uma história envolvente repleta de mitologia, romance e suspense — em Fallen o amor nunca morre.




Esta resenha pode conter SPOILERS, dos outros livros da saga Fallen!!!


Escrever essa resenha não é nada fácil. Por mil motivos. Um deles é o fato do personagem ser um dos meus maiores amores literários. Outro, é que eu estava cheia de expectativas pelo livro. E outro, é que  o livro não chega nem perto, do que se imagina, em se tratando de uma história sobre Cameron Briel. 

"— Todos nós carregamos conosco pedaços de nossas jornadas — retrucou Roland. — Todos nós aprendemos com nossos erros. Quem disse que não merecemos a felicidade?"

Sabe quando você começa emocionada por reencontrar seu personagem favorito e dá com a cara no muro? Pois é. Aqui temos um começo cheio de mistério e solidão, onde Cam, Arianne e Roland se reencontram, na Sword & Cross, e compartilham um momento de melancolia. 

"Graças a Luce e Daniel, Cam tivera uma nova chance. E um único arrependimento."

Afinal, após o final estranhamente feliz de Luce e Daniel em Êxtase, os anjos caídos continuam vagando pela terra, sem rumo. Porém, algo estranho vem acontecendo com Cam. Ele volta a pensar em Lilith. Não que ele tenha se esquecido dela, mas a constância do pensamento, o assusta.

"Cam disparou até o céu e atravessou a noite, rumando em direção às trevas que estavam sempre à espera desde o dia em que fugira do amor de Lilith."

Com o pensamento em Lilith, e suas asas retomando o antigo tom branco, Cam parte atrás de informações sobre a alma de sua amada. Ele só não esperava, que a encontraria no inferno. Tomado pelo desespero, Cam fecha um acordo com lúcifer. Ele tem quinze dias para reconquistar Lilith, que por um motivo desconhecido, o odeia. Mas, se ele não a conquistar, ele estará condenado a uma eternidade no inferno. 

"— Não, as pessoas tediosas constroem os próprios infernos, com direito a fogo, enxofre e todas essas baboseiras. Não precisam de nenhuma ajuda de minha parte. Mas Lilith... ah, Lilith é especial. Não preciso lhe dizer isso."

Tudo é explicado muito rápido. O que nos dá mais tempo para sofrer com o martírio, que se tornou as tentativas de Cam, de reconquistar o coração de Lilith. O livro é intercalado entre capítulos de Lilith e Cam. E a vida de ambos nesse inferno particular é difícil de suportar!

"Quando umaalma se magoa tanto quanto a de Lilith, a dor é permanente. Ainda que ela não mais reconheça seu rosto, Cam, ela reconhece sua alma. Reconhece a essência de quem você é. (...) — E lhe nutre um ódio profundo."

Primeiro defeito do livro, os capítulos compartilhados. Nada contra, na verdade quase sempre é preferível assim. Já que poderemos avaliar os dois lados da história. Mas nesse caso, era para ser o livro do CAM! E não do Cam com a Lilith. Os capítulos narrados por ela, sempre me davam vontade de arrancar os cabelos... Não deu!


"- Foi meu maior erro, maior do que me unir a Lúcifer. Perder seu amor é meu único arrependimento.— E encontrar seu amor é minha redenção."

Por outro lado, quando a história era contada pelo ponto de vista do Cam, as coisas não melhoraram! E aí vem o segundo defeito... A essência do personagem mudou. Sim, ele ainda é bad-boy, anjo caído e blá, blá, blá. Mas, ele não é como antes. Não há mais aquela irreverência, desobediência e destemor característicos do Cam. Ele não está mais arrogante nem confiante. É apenas um homem/Anjo- caído, perdidamente apaixonado, desesperado para reconquistar o amor de sua vida. E isso deixou a história muito, maçante!

Passamos o livro inteiro dentro da escola da Lilith. E lá vem todas aquelas chatices clichês do ensino médio. A patricinha insuportável, os nerds, os esportistas e por aí vai... Gente eu não aguento mais isso! Não consigo entender a mania da Lauren de contar suas histórias nos ensinos médios da vida. Sério, já deu! 

Mas enfim, o livro segue nesse único objetivo. Cam tentando reconquistar Lilith, Lilith o odiando e lúcifer interferindo no trato de forma injusta. Não acreditei nas coisas que o demônio foi capaz de fazer para vencer o acordo. E não gostei de nenhuma delas. Pra mim, a Lauren bem que podia ter nos poupado de algumas das artimanhas dele. 


"Te dou meus braços
Meus olhos
Minhas cicatrizes
E todas as minhas mentiras
E tu, que me darás?"

A vida de Lilith é, literalmente falando, um inferno. Depois de ser abandonada nas vésperas de seu casamento, a Lilith do Cam, selou um acordo com o demo, sem saber no que se metia, e acabou tendo de dar sua alma a ele. Claro que ele a enganou, bem como ao Cam, mas... Por isso, cada uma de suas existências são um inferno particular. Ela sempre nasce em situações inviáveis. Passa fome, frio, maus tratos e morre de forma trágica, quase sempre se suicidando. A missão de Cam é livrá-la disso. Mas como convencer alguém de ser sua salvação, quando o coração dessa pessoa o odeia?

"Na noite em que você se foi, sonhei que ensinava uma canção de amor para um bando de rouxinóis, para que eles pudessem encontrá-lo e cantar, pedindo que você voltasse para mim. Agora eu sou o rouxinol, que viajou somente para isso. Eu ainda o amo, Cam. Volte para mim."

O desenrolar da história é muito, muito, devagar. E para piorar, não tem nada a ver com o Cam. Esse novo Cam, fica na dele, faz loucuras românticas e mora no telhado da escola. Mas quando a gente pensa que não podia melhorar só que não! eles formam uma banda. Gente, que novela isso! A Lilith depende do Cam, recebe um milhão e meio de provas do amor dele e até ajuda financeira, mas fica em um enrola, enrola danado, para deixar que ele se junte a banda. Banda, que ele criou! Não tenho paciência!

Quando as esperanças já estão quase perdidas, Arianne e Roland aparecem para trazer reforço. Mas vou te contar, o livro conseguiu ficar ainda mais confuso com a chegada dos outros anjos... Ver a Arianne constrangida com o Roland, saber de uma revolução prestes a acontecer, e que eu nunca ouvi falar nos outros livros e ver Cam sem ação, só nesse livro mesmo!  

De todos os  personagens, o único que merece atenção e carinho por parte do leitor, é o irmãozinho da Lilith. O único capaz de ver a bondade no coração de Cam e a quem ele faz um bem inimaginável. Muito doente, o menino não pode nem mesmo ir a escola, mas as coisas mudam completamente com a chegada de Cam na vida de Lilith. 

Lilith não espera nada da vida. Em algumas cenas, não tem como não sofrer por ela... Ela já desistiu de tudo. Não acredita em sua música, nos seus sonhos nem em sua vida. Por outro lado, a compaixão que eu senti por ela acabava totalmente quando ela encontrava Cam. Ficava antipática, cheia de um ódio inacreditável! E embora eu a entenda, foi difícil ver o coitado do Cam levar tantas patadas calado.


"Não pareciam ligar a mínima para a vida ou a morte. — Ela olhou para Lilith. — A única coisa que importava era você."

E claro, tem o Cam. Eu não desgostei do personagem nesse livro, até porque não tem como rsrs. Mas essa nova face dele me é um pouco estranha. Eu adorei conhecer seu lado romântico. É realmente lindo! E muitos vão pensar "olha ele tem um coração!", mas as mudanças importantes em sua personalidade me desapontaram.


"Preciso salvar Lilith. É o único jeito de salvar a mim mesmo."

O final é previsível, porém surpreendente. Não "o que", mas "o como" acontecem as coisas. Não há realmente um desfecho. Fiquei com a sensação de que algo grande está prestes a acontecer e nós fomos cortados da história antes do final... Nem preciso dizer que esperava mais né? 

A única salvação são os interlúdios. Que como sempre, ao contar a história do passado, desde o começo, nos mostra uma parte da qual eu com certeza adoraria ouvir mais. Voltamos lá para Tribo de Dã e o começo do relacionamento de Cam e Lilith. E sim, esses capítulos valem muito a pena! Além, é claro, de salvarem tudo! haha. Eu fiquei ansiosa por essa parte do livro, e minhas expectativas, a cada capítulo de interlúdio, eram atendidas.


“Levanta-te, amada minha, formosa minha, e vem”

Um livro totalmente novo. Personagens novos, os antigos personagens totalmente diferentes e um final de cair o queixo. Não dá realmente para acreditar que a Lauren nos deixou assim... De novo! Mas, infelizmente é o que temos para agora. E nem que eu soubesse o que me aguardava,  eu dispensaria a oportunidade de rever o Cam, então.. kkk

Não posso dizer que recomendo, mas acredito que para os fãs da série e do Cam, esse livro é leitura obrigatória. Não esperem muito. Apenas leiam para reencontrar o personagem e desfrutar um pouquinho mais desse mundo que conquistou tantos corações.

Espero que tenham gostado e que me digam o que acharam? Já leram? Querem ler? O que esperam?

Mil beijokas e até  a próxima! ^ ^ 

4 comentários:

  1. Anya lindaaaaa....
    arrasou na resenha :) mas sinceramente não sei o que esperar mais desse livro kkkkkk.... enquanto lia a resenha queria ler mas também não queria.
    só que fiquei curiosa para saber o que acontece no final kkkkk.... então vou ler sim e seja o que Deus quiser :)
    ótima semana
    bjo

    http://www.tatianecdesouza.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tati lindaaaaaa!
      Obrigada! Fico feliz que tenha gostado da resenha, mas confesso que também não sei o que te dizer. O livro é uma surpresa. Cada um, vai interpretar de um jeito, e sinceramente espero que você goste mais do que eu... kk
      Sei exatamente como se sente. Senti isso durante o livro todo! kkk. Leia sim! O final é surpreendente, mas chocante também...
      Apenas esteja preparada! Boa sorte e boa leitura! ^ ^
      Uma ótima semana para você também.
      Mil beijokas e volte sempre! :*

      Excluir
  2. Oi, Anya!
    Cam era o meu personagem favorito e eu estava bem ansiosa. Só de não satisfazer as expectativas me desanimam. Fora esse nome...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza!
      O Cam é o meu personagem favorito também, foi uma decepção enorme...
      Me encontrava em total estado de surto por esse livro! Não estava preparada para o que encontrei e as expectativas altas não ajudaram em nada. O título está realmente desencorajador! kkk. Mas acredite, é o menos pior! haha.
      Mil beijokas e volte sempre! :*

      Excluir

Quer me fazer feliz, ou curtiu a matéria? Comente! Sua opinião é o mais importante! Ah, deixe seu link que terei prazer em retribuir o carinho ;)

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo