Top 5: Livros que me fizeram sofrer, mas valem a pena!


Hey amores e amoras! Essa é mais uma das colunas que andava sumida né? Mas agora, com muito esforço e um pouquinho de sorte haha, vai ser constante!

O Top 5 de hoje é megaaaaa especial! Após o final de semana do dia dos namorados e durante a semana de estreia da adaptação de Como Eu Era Antes de Você, eu resolvi fazer um top 5 inspirado no livro. Por isso o título do top 5 é "livros que me fizeram sofrer, mas valem a pena!"


Com certeza quem já leu, e até quem não leu rs, entendeu o motivo do título ser esse. O livro faz a gente sofrer como nunca, mas vale a pena todo o sofrimento que encaramos. E por isso, é claro, ele está nesse top 5.  Mas, eu resolvi dividir o post em duas partes, porque percebi que tinham dois tipos de livros que me fizeram sofrer: Os com finais bad, e os com finais com direito à segundas chances. Como estamos falando de Como Eu Era Antes de Você, essa primeira parte será sobre os com finais de rachar o coração. 

Sem mais enrolações, vamos ao que interessa!

Podem haver SPOILERS!!!

1. Os 13 Porquês

Os 13 PorquêsEsse livro é extremamente complexo,  embora sua mensagem seja bem clara e objetiva. Sofri do início dessa história até o fim. E posso dizer que esse livro me fez enxergar a vida com outros olhos. Enquanto lia a história e acompanhava o sofrimento de Clay e Hannah; Clay por não poder mudar o que aconteceu e Hannah sofrendo ao narrar o porque do acontecido; eu só conseguia pensar em como é triste ver que um ato impensado de outra pessoa, é capaz de destruir muitas vidas ao redor. 

Passei a observar com mais clareza os meus próprios atos com a certeza de que de alguma forma, isso influenciaria na vida dos que estão ao meu redor. Por isso o considero, embora tão triste, um livro que vale muito a pena! Você vai chorar, vai desejar poder mudar o que aconteceu, vai querer tirar o Clay do livro e lhe dizer que a culpa não foi dele, mas principalmente, vai conseguir entender Hannah. E com isso, com certeza apreciar mais a vida e pensar bem nos seus atos.


2. Três Metros Acima do Céu

Em Três Metros Acima do Céu não há nenhuma complexidade. O que machuca é justamente a simplicidade dos acontecimentos, a forma pura como ocorrem e o final tão óbvio, mas que te faz desejar arduamente que não seja assim. Uma história sobre primeiras vezes. O primeiro amor de verdade, a primeira confusão, a primeira fuga e desobediência, a primeira vez  em que se sente vontade de se libertar do que antes parecia normal. A primeira dor, a primeira briga, a primeira decepção, o primeiro fim. Essa é com certeza uma história sobre amadurecimento. 

Step e Babi são dois jovens com vidas que não podiam ser mais diferentes. Mas o amor floresce mesmo assim. E em se tratando de um primeiro amor, ingênuo, não há como durar para sempre. Mas ainda assim, você acaba torcendo para que dure... Me fez chorar demais com seu final brusco e inesperado. Nem mesmo bolo de chocolate, com cobertura de chocolate foi capaz de ajudar rs. Mas, o romance vivido pelo casal protagonista, a sensação de liberdade, a leveza da história, faz tudo valer a pena. 

3. Antes que Eu Vá 

Esse livro não é só triste, mas torturante! O que mais gosto nele, é que mesmo depois de tudo dar errado, várias são as segundas chances dadas a protagonista. Mas ainda assim, seu fim é inevitável. A sensação que dá é de se estar correndo contra o tempo, em busca da verdade junto com a mocinha. E quando chegamos enfim a prova final, descobrimos que mesmo acertando, não há mais o que fazer. Outro final nunca foi uma opção. E só buscamos a verdade, porque era necessário saber o porque de tudo aquilo. 


O que torna o livro angustiante é ver Sam enxergar seus erros e concertá-los vez após vez, sem sucesso. Pior ainda quando ela chega a conclusão certa e nada muda, as pessoas não mudam, apenas ela mudou. Mas quando se pode evitar o erro, porque chegar as últimas consequências? O questionamento te acompanha junto as páginas do livro. A dor de vê-la se arrepender, entender e se entregar as escolhas que deveria ter feito, quando é tarde demais, é forte. Mas o que vemos é o amadurecimento da personagem, a compreensão de seus atos e como cada momento da vida conta. É o valor de algo que não temos controle, uma história sobre últimas chances, amor, sacrifícios e auto-descoberta. Linda, porém triste, vale muito a pena!

4. Adeus por Enquanto

Como eu chorei com esse livro! Outro que me fez sofrer do início ao fim! Adeus por Enquanto é o tipo de livro que te deixa melancólico só com o título. E quando se inicia a história é difícil se manter intacto... rs. O tema abordado nesse livro é o ponto mais forte da história. A morte ainda é um tabu para muitos, mas nessa história, ela não é mais o fim. E é lindo ver como os personagens se utilizam dessa nova artimanha para aliviar a dor de suas perdas, porém há um limite sobre quanto um ser humano pode aguentar a saudade. E quando só falar não é mais o suficiente, o resultado é sofrimento em dobro.

Chorei no início do livro acompanhando a jornada de muitos que após perderem seus entes amados, recorriam a essa rede social do além, para se comunicar com seus parentes. É bem simples, um computador pega os dados da pessoa e começa a trabalhar com eles para responder as perguntas do que entra em contato. Na verdade, não é a pessoa, mas apenas um computador trabalhando para reagir como se fosse. O que é triste, mas para muitos melhor do que nada. Mas ao chegar ao final da história, somos invadidos por uma enorme tristeza ao nos depararmos com a mesma situação com os personagens principais. E é quando percebemos que no fundo, esse aplicativo não é muito eficiente. 

Acho que a grande lição desse livro é aproveitar cada segundo com quem amamos e consideramos importantes para nós. Não há nada pior do que ver alguém sofrer, como vemos nesse livro, por alguém que não vai voltar. Chorei por horas a fio, mas se pudesse voltar a trás, o leria novamente. Um livro cheio de histórias, cheio de perdas e ganhos. Sentimentos contraditórios rondam a leitura, mas no fim, o único que permanece é o amor pelo livro.


5. Como Eu Era Antes de Você

E chegamos a inspiração desse post... 
Como Eu Era Antes de Você, não foi o primeiro livro de Jojo Moyes que me fez chorar como uma criança. Mas foi o primeiro livro dela que terminou bad, o que me fez chorar ainda mais como uma criança.

O que mais me fez sofrer nesse livro foi a impossibilidade do amor de Lou e Will. Tudo que Will passa é extenuante, mas não há como não torcer por esses dois. A ingenuidade de Lou, seu sorriso constante, sua graça e seu coração de ouro, complicam ainda mais. De todas as formas, possíveis ou não, você quer que as coisas acabem bem. E por um tempo, dá para se enganar de que tudo mudará e esse será mais um caso de E foram felizes para sempre... Mas, não há contos de fadas aqui.

Após o término do livro, não consegui dormir.  Terminei de madrugada e chorei a madrugada inteira. No dia seguinte contei o final a minha irmã e choramos juntas. E assim se seguiu um longo período de sofrimento por esse, que foi tão doloroso, porém tão lindo e valioso livro. A esperança, a injustiça, a redenção, o amor, a liberdade, as escolhas e principalmente a intenção de viver a vida intensamente, de aproveitá-la da melhor maneira possível, são os motivos pelos quais esse livro vale a pena. Esse livro é uma batalha constante. Do leitor, em entender e aceitar o que acontece. E dos personagens, por amor, por liberdade, por seus direitos de escolha e pela vida. 

Uma história sobre a vida. Vale a pena não só ler o livro, mas vivê-lo junto com Lou e Will. Essa é uma aventura valiosa e inesquecível que te faz entender as pessoas, enxergar o mundo a abraçar a vida. Lindo, emocionante, doloroso, mas vale muiiiito a pena! 

Adorei fazer esse top 5. Já tinha um tempo que tinha vontade de fazer um post sobre esse tema. A pergunta que fica é: Eu teria coragem de ler algum desses novamente? haha. Todos os livros citados são bem reflexivos e acho que por isso me fizeram sofrer tanto, mas garanto, a indicação é válida! 

Espero que tenham gostado e que não deixem de me dar sua opinião! Já leram algum? Qual livro já te fez sofrer, mas vale a pena? 

Mil beijokas e até a próxima! ^ ^

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Oi, Lu!
      Ahhh, "Os 13 Porquês" é difícil mesmo né? Nossa, é muito sofrimento! Estou ansiosa para ver como eles abordarão o tema na série televisiva baseada no livro.
      Mil beijokas!

      Excluir

Quer me fazer feliz, ou curtiu a matéria? Comente! Sua opinião é o mais importante! Ah, deixe seu link que terei prazer em retribuir o carinho ;)

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo