16 outubro 2014

Parei Para Assistir: Agora E Para Sempre



Direção: Ol Parker
Duração: 1h43min
Elenco: Dakota Fanning, Jeremy Irvine, Paddy Considine,Olivia Williams, Kaya Scodelario...
Classificação: 5\5
Sinopse: Tessa Scott (Dakota Fanning) sofre de leucemia em estágio terminal e decide organizar uma lista de tudo aquilo que precisa fazer antes de morrer. Em primeiro lugar está seu principal desejo: perder a virgindade. Quando ela conhece Adam (Jeremy Irvin), encontra uma companhia e um amor com quem compartilhar seus momentos.

Trailer:




" As estrelas saíram..."

Hey amores e amoras! Estou aqui para falar de um filme super emocionante, que me tocou de uma forma especial. Now Is Good, aqui no Brasil intitulado Agora e para Sempre, é baseado em um romance chamado Antes de Morrer, da autora internacional Jenny DownhamEu conheci o filme através do livro, que ainda não li por medo de mais um coração partido, pelo qual me apaixonei.

A história de ambos, gira em torno de Tessa (Dakota Fanning) que tem câncer, e ela vai morrer. Mas ela quer aproveitar o tempo que lhe resta do melhor modo possível. E pra isso ela cria uma lista, onde ela anota tudo o que ela sempre quis fazer. 


Eu nunca vou ser capaz de expressar todos os sentimentos que tenho por esse filme. Ele é tão despretensioso, simples e sensível, que antes que possamos perceber já estamos chorando.

Não há aquele velho conceito da "brava luta" que uma pessoa com câncer enfrenta. Não há também nada de engrandecedor no ato de se estar morrendo de uma doença tão cruel. Isso não há faz melhor, ou pior. Isso não há faz mais altruísta, ou revoltada. Isso não faz dela outra coisa que um ser humano tentando viver acima de todos os conceitos errados criados ao redor de  ter câncer.


Acompanhamos a vida de Tessa a partir do momento que ela decide fazer tudo o que sempre quis.Ela para o tratamento e tenta levar a vida que sempre sonhou, e aos tropeços ela segue com sua lista, fazendo tudo o que quis, e  sofrendo as consequências de seus atos.

Em uma dessas, queimando algumas fotografias, ela conhece Adam, seu novo vizinho, com quem de imediato desenvolve uma conexão, uma amizade que vai se transformando em uma linda e emocionante história de amor ao longo da história.

Uma das coisas que mais me chamou atenção no filme, foi a família da Tessa. Ela não tem uma família devotada, e que passa 24 horas por dia de olho nela. Na verdade foi seu pai quem abandonou o emprego, e que dedicou sua vida a cuidar dela, ele é super protetor de uma forma diferente, e foram dele as cenas que mais me fizeram chorar.  

A mãe dela por outro lado, parece sempre ocupada com o trabalho, FUMA!!!, e quase nunca está presente na vida de nenhum dos seus dois filhos. Além é claro, de ser separada do pai da Tessa. Ela não sabe absolutamente nada sobre o que a filha passa, ou sobre como é tudo complicado. Eu imagino que seja uma fuga, mas me soou cruel.

Outro personagem cativante e super emocionante, é o irmão da Tessa. Ele é tão ingênuo e puro. Seu olhar desconhecedor e terno, minimalista, dá uma aura mais leve e ao mesmo tempo angustiante ao filme. 

A Dakota como sempre foi impecável! A Tessa é uma menina super diferente, ela é completamente diferente de qualquer outro personagem que eu já tenha visto. Ela é dura com todos ao seu redor por culpa da sua situação, mas no fundo, ela é uma menina doce que queria ter a chance de ter uma vida.

"Ele colocou meu nome no mundo"

Ela é tão espontânea e sarcástica, que não tem como não amá-la. Ela é como é e pronto. Não se abate com facilidade e sabe exatamente o que quer. Só o que nos deixa triste é que o fato dela saber que tudo vai acabar antes do previsto, faz dela alguém sereno, sem aquele brilho de esperança que se espera ver em um jovem. As vezes ela é super madura, e acaba acolhendo aqueles que deveriam segurá-la.


Não ouse sentir pena de si mesmo por ser deixado para trás. Nem pense nisso!

Eu gostei bastante da atuação do Jeremy, eu estava bem apreensiva no início, mas depois que a trama foi desenrolando, percebi o quanto ele estava em sintonia com a Dakota, e com o personagem. Me emocionei pra caramba com o Adam, ele é como todo ser humano, com falhas, dores, traumas e imperfeições. Mas tem algo de especial em como ele lida com a situação, e em como ele reage com tudo isso, todo o amor que ele devota a ela, e o fato de sempre estar lá pra ela. Chorei muito com ele.


O romance é super importante no filme, e foi um romance e tanto! É tão linda a relação que eles criam. Os laços fortes e todo aquele amor já tão maduro. Depois que ela conhece o Adam, a doença se agrava e toma conta de todo o corpo dela, e o tempo vai ficando cada vez menor, e a doença a deixa cada vez pior, sonolenta, desligada, até não restar mais nada. 

Mas ainda assim sobra tempo para ela se importar, se preocupar e mudar a vida de todos ao seu redor. E claro, descobrir que a vida é muito melhor quando não se sabe exatamente o que se esperar dela. Porque é nesse espaço de tempo, que ela trás as melhores surpresas.


Eu amei os cenários do filme, a trilha sonora do filme, os personagens e a história em si. É um filme muito lindo, e triste, que poderia ter durado mais. Mas que trás uma linda história sobre alguém que não quer morrer antes de ter vivido.



É um filme que eu recomendo a todos! 

Espero que tenham gostado e que não deixem de comentar! ;)

Bjokas e até a próxima... 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer me fazer feliz, ou curtiu a matéria? Comente! Sua opinião é o mais importante.