Lá Vem Resenha: Amaldiçoadas


Amaldiçoadas

Autor (a): Jessica Spotswood

Páginas: 288

Editora: Arqueiro

Classificação: 4/5

Sinopse: Amaldiçoadas - Cate Cahill tomou a decisão mais difícil de sua vida e resolveu largar tudo para proteger aqueles a quem amava, mas não poderia imaginar os obstáculos que ainda teria pela frente.

Agora, vivendo disfarçada entre as outras moças da Irmandade, ela precisa se manter a salvo dos implacáveis caçadores de bruxas e lidar com grandes dilemas pessoais, como a distância de seu grande amor e os conflitos que envolvem suas irmãs Tess, uma menina doce e ingênua que guarda um grande segredo, e Maura, a jovem bela e ambiciosa que pretende fazer de tudo para se tornar o centro das atenções.

Será que Cate está pronta para liderar as bruxas de sua geração e ganhar o respeito de uma sociedade que condena a feitiçaria? E seria ela a bruxa da profecia, a mulher mais poderosa já nascida em muitos séculos e capaz de revolucionar a história do mundo?


Envolva-se ainda mais na história de Cate e de todas as mulheres fortes que a cercam e segure seu coração para torcer pelo amor de Cate e Finn neste volume que traz revelações imperdíveis antes da conclusão da saga das irmãs Cahill.




Cave quid dicis, quando, et cui."

Hey amores e amoras! Esse é mais um caso da maldição do segundo livro. E dessa vez, não tem nada a ver com a Cate ou suas irmãs bruxas. O livro desenvolve bem, mas em relação ao primeiro, ele tem um ritmo bem mais lento.


Pensei que a magia de cura fosse boa. Pura.

Eu já devia saber. Magia nunca é simples."

Nesse livro, Cate já está a par de todos os acontecimentos terríveis que a profecia anuncia. E tem que lutar contra tudo e contra todos, para proteger aqueles que ama. Mas como nem tudo é o que parece, muitas coisas mudam...


Mas, assim como qualquer tipo de poder, tudo depende do caráter da pessoa que faz uso dele."

Dizer que a Cate tomou a decisão de ir para a irmandade seria muito injusto com a personagem, que sofre do início ao fim e nunca tem escolha própria. Sinceramente, serei sincera quanto aos meus sentimentos em relação a essa história, como sou em todas as outras... e a paciência e passividade de Cate me irritaram. 


Prefiro acreditar que temos alguma escolha sobre o destino, que nossas opções importam tanto quanto nossas estrelas."

Ela está na irmandade, e Finn entrou para fraternidade. A suposta decisão de Cate surpreendeu a todos da pacata Chatam, mas a Finn pareceu como uma traição, e ele quer saber o que verdadeiramente aconteceu. O livro começa em Cate falando de sua vida nem um pouco feliz no convento. E isso é ruim por si só, é claro que eu como leitora e admiradora da bruxa, estava torcendo por ela. Mas ela só sofre gente! Isso me irritou muito!!

Em uma viagem para Nova Londres com os irmãos da fraternidade, Finn encontra Cate. E ambos unem-se de novo, gente eu amo demais o Finn! para lutar juntos contra a profecia, as bruxas más, e os irmãos da fraternidade.


Ninguém está isento. A perfídia é capaz de se infiltrar até nas almas mais jovens e mais inocentes, e nós vamos desenraizá-la e puni-la em qualquer lugar que a encontrarmos."

A profecia, está sendo anunciada aos quatro cantos pelo oráculo que é Brenna. O que desperta a atenção dos irmãos, e torna a caça as bruxas, ou a bruxa, intensiva e violenta. E com isso, Cate e suas irmãs correm sérios riscos de serem descobertas. O que leva Cate e isso sim é decisão dela a levar suas irmãs para morarem com ela no convento.


"Buracos na minha cabeça. Os corvos os colocaram
ali. Eles foram ao meu julgamento. Os Irmãos me deixaram sozinha com eles. Fiquei com muito medo.
Achei que fossem arrancar meus olhos com o bico, mas só levaram minhas lembranças embora."

Maura fica uma alegria só, em ir para Nova Londres. Mas a chegada dela não conturba só a pobre Cate, mas ao leitor também. Não dá para reconhecer Maura sob nenhum aspecto. Ela se transformou em uma pessoa vingativa, sedenta por poder, e leviana. O que faz a personagem se tornar não só detestável, mas também atrapalhou o ritmo da leitura. 

Do ponto da chegada da Maura, começaram minhas lamentações. minha pobre irmã que o diga! rs Eu era uma série sucessiva de: O que? What? Isso é sério gente? Como assim?  e assim por diante. Claro, que poupei vocês das palavras não muito bonitinhas também. Mas a Maura, me fez perder a paciência mais de uma vez.

O livro se arrasta. Entre descobertas de novos segredos, detalhes da profecia, girando em torno da descoberta de quem é realmente a bruxa da profecia. Cate ainda não sabe se é ela, mas no fim do primeiro livro já estava claro pra mim quem era a tal bruxa. A questão, é que para Cate, a suspeita também já existia. E lhe parecia um milhão de vezes pior. 


Cura e morte.Você é capaz de ambas. Os dois lados da mesma moeda.
As profecias sempre se realizam."

Ela assume a responsabilidade por tudo, e faz de tudo para que pensem que ela é a bruxa.O que faria suas irmãs estarem seguras, e isso é o que Cate vem fazendo desde a morte de sua mãe. O que torna as acusações de Maura ainda piores, e cada vez  mais injustas.


Ninguém mais me acusou de fazer algo altruísta ultimamente. Tem sido bem o contrário."

 Mas Maura sempre a Maura! começa a implicar com Cate por TUDO! Quando eu digo tudo, não estou exagerando, é tudo mesmo!! Cate se encontra com Finn, Maura arma um escândalo. Cate não faz magia mental, Maura diz que Cate se acha superior... E assim vai! A menina não para de reclamar! É eu nunca sou escolhida pra lá, você sempre preferiu a Cate pra cá, gente, sério, eu não estava mais aguentando! 

Acho que o maior defeito desse livro, foi ter dado toda essa ênfase em cima da Maura e da Cate. Talvez se a profecia se mantivesse acima das picuinhas bobas da Maura, o livro tivesse se desenvolvido melhor. Os acontecimentos são escaços. Era uma eternidade entre uma descoberta e outra, e eu já estava arrancando meus cabelos por isso!

Mas bom, desabafo a parte! kk eu li o segundo e o terceiro livro praticamente em um fôlego só, porque precisava saber o que acontecia no final de toda essa história, então alguns fatos estão meio embaralhados na minha mente. De qualquer forma, Cate está fazendo de tudo para manter todos os que ama a salvo.

Tess continua a ser uma menina doce, mas de vez em quando, por tentar ser mais madura do que é, ela acaba dando bola fora. Sinceramente, não sei o que seria da Cate nesse livro, se não fosse a Tess. As duas estão mais próximas do que nunca! E essa é a parte fofa do livro. Tess ainda encanta, mas alguns segredos, não foram feitos para serem guardados.


"Ela não é do tipo que insiste em muita coisa. Só deseja paz, silêncio, bibliotecas cheias de livros e o direito de lê-los."

Cate amadureceu um pouco. Sinceramente, pra mim foi bem pouco. Mas pelo menos, ela está mais certa de si mesma. Mais forte, mais corajosa e mais esperta. Não fica mais tremendo na base, ela age! Isso me ajudou a continuar.


Isso poderia ser uma bênção, não uma maldição.
Talvez esse seja um presente que eu possa lhes dar."

As bruxas da irmandade foram outro ponto forte no livro. gente quanta bruxa fofa! Tem muitas personagens por quem me apaixonei, outras que odiei a Alice, e a Inez. Agora adivinha de quem elas são amigas? Pois é, da MAURA!!!  mas todas com muita força para a história. Personagens secundários, até melhores do que os centrais em alguns aspectos.


Claro que nossas opções importam, Catherine. Elas nos definem."

As alianças que Cate faz são as melhores partes do livro, as decisões que ela toma, as lutas que enfrenta, e o modo como desenvolveu seus poderes. Ela cresceu, e isso é ótimo! Não me canso de exaltar a felicidade que é, acompanhar o crescimento e amadurecimento de um personagem. 


"Todos precisamos fazer aquilo que consideramos melhor, no final das contas, e torcer para aqueles que nos amam não nos julgarem de maneira severa."

Amei o modo como a personagem entra em defesa das outras bruxas, e acaba descobrindo seu dom nato para liderança. Mesmo quando ela achou que nunca daria conta, ou que não conseguiria, ela acabou convencendo a todos. Fez até algumas pessoas nada fáceis, mudarem de lado. Amei esse lado poderoso da Cate, mas ele podia ter sido melhor explorado...

A Maura, como eu disse está INSUPORTÁVEL! Queria eu entrar nessa história, e mostrar o que é raiva de verdade! Ela se tornou tão infantil, tão rebelde! Não se parece em nada com a menina sagaz e esperta que conhecemos no primeiro, e por quem até torcemos para que acorde. Ela era uma vilã em potencial, embora eu quisesse que ela se tocasse e ficasse ao lado da irmã. E não contra ela... mas acho que  a autora se perdeu um pouco. A personagem não desenvolveu, ela retrogrediu! Não gostei disso. Se ela ao menos tivesse um motivo para odiar tanto a Cate! Mas ela não tem!!! 

E o Finn! Ai gente, sério, que personagem perfeito! Mesmo depois de abandonado, sofrendo por estar longe de sua amada, e de sua família, ele me emocionou com seus atos corajosos. Ele nunca desiste da Cate, nunca! Ele é fofo, amoroso e tão lindo! Além disso, ele faz de tudo para ajudar as bruxas como pode, ou seja, levando informações da fraternidade. Nunca tinha visto personagem tão disposto, e tão corajoso como ele. O amor dele, é literalmente incondicional. E eu o amo por isso! 

Bom, a narrativa é leve e flui rápido. E embora a demora de informações a respeito da profecia, quem é a bruxa da profecia, das intenções de Inez, a bruxa malvada e maquiavélica que destrói tudo. Odeio essa mulher! a quem desde início eu já sabia que não prestava, os planos da irmandade e principalmente a chatice de Maura, o livro é muito bom! 

A história nos prende do início ao fim, e se conseguir botar a Maura de lado, melhor ainda! kk. O livro é uma delícia, e seus personagens são muito cativantes. Os cenários de fundo são tão lindos, e as batalhas que Cate trava são perfeitas! Está indicado! Mas já vão avisados de que a Maura tira qualquer boa alma do sério! kk.

O final é uma enorme, e chocante surpresa. Não vou falar muito dele, porque estou tão indignada, que vou acabar dando spoiler. É um completo ato de idiotice, e malvadeza da parte da Maura, e eu espero que ela pague caro pelas tolices que vem cometendo!


"Países são forjados pela guerra, talvez garotas também sejam. A Nova Inglaterra e eu vamos renascer juntas, nesta guerra entre as bruxas e os Irmãos. Entre mim e Maura.
Estou recém-forjada, uma garota de aço, de neve e de despedidas dolorosas."

Espero que tenham gostado, e que não se assustem! kkkk e que me digam o que acharam. Já leram? 

Nos vemos em breve! Mil beijokas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer me fazer feliz, ou curtiu a matéria? Comente! Sua opinião é o mais importante! Ah, deixe seu link que terei prazer em retribuir o carinho ;)

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo