Lá Vem Resenha: Bloom


Bloom
Autor(a): Elizabeth Scott

Páginas: 240

Editora: Simon Pulse

Classificação: 4/5

Sinopse: Bloom - Lauren tem uma boa vida: boas notas, grandes amigos e o namorado que toda garota quer. Então, por que está tão infeliz? Lauren viu a chegada de Evan Kirkland para decifrar a resposta: ela vem se contendo. Negando-se um monte de coisas (como sexo), porque estar com seu fiel e lindo namorado, Dave, é o correto. Afinal, quem renunciaria ao cara perfeito? Mas, enquanto Dave começa a falar mais e mais sobre sua vida juntos, planejando um futuro, Lauren simplesmente não pode ver a si mesma com ele — e, enquanto Lauren deseja Evan, e mais ainda quando ela está com Evan, torna-se tudo mais difícil — Lauren percebe que precisa tomar uma decisão... antes que uma seja tomada por ela.

Hey amores e amoras! Hoje estou aqui para falar de um livro mega fofo, e doce, que sinceramente foi uma enorme surpresa. 

O livro conta a história da doce e insegura, Lauren. A menina foi abandonada por sua mãe de forma brutal aos seis anos de idade. Desde então, seu pai vem "criando uma nova família" com outras mulheres. Ele arranja namoradas, e não passa de alguns meses com elas. O que leva Lauren a não se apegar a ninguém, e ainda por cima, se manter quieta e afastada.

Quando ainda pequena seu pai levou uma das suas namoradas para morar com eles. Essa namorada tinha um filho, Evan. Mas depois de alguns meses, muitas discussões pela ausência do pai,que só pensa em trabalho, a mãe de Evan resolve ir embora, como todas as outras. E os dois, que estavam se aproximando, e  se fazendo de apoio um ao outro, tem que separar.

Anos depois, no ensino médio, os dois se reencontram. E o que parecia esquecido, o que na verdade nem existia, se torna amizade, e depois um sentimento mais forte e incontrolável. Se torna amor.

Esse livro foi uma enorme surpresa mesmo. Daqueles que te faz se perguntar porque que não havia lido antes. Ele estava a muito esquecido na estante, e de repente ele era o que eu queria ler. Não me arrependo!

Lauren, é uma menina mega insegura, que tem uma amiga popular que não ajuda muito com a insegurança da menina. Tudo na vida dela é uma farsa. Ela finge ser quem não é, só para ter aceitação. 

Lauren namora o cara perfeito. Dave, é simplesmente um cara fantástico. O único problema é, ela não o ama, e ele não a ama. Ele pensa que sim, mas na verdade não. Ele é o tipo de cara que leva a religião muito a sério, e a coloca acima de tudo. E que espera ter o tipo de relacionamento dos pais. E isso faz dele super robótico. A impressão que dá, e de que ele não tem sentimentos! Pra mim, na verdade, ele não tem nada de perfeito.

Dave é o estilo popular. Jogador de futebol, amigo de todos, lindo... Tem todos os quesitos necessários para ser popular. Mas não é um cara ruim, ele é um cara muito legal na verdade. Mas sinceramente, ele é muito frio. Não consegui me apegar a ele de jeito nenhum. Embora não concorde nem um pouco com o que a Lauren fez...

Certo, talvez a Lauren tenha tido seus motivos, mas ela e Evan embarcam em um romance proibido. E tudo que Lauren achava ser incapaz de sentir surge em sua vida e em seu coração de uma só vez. E o amor que ambos sentem não poderia ser mais lindo!

O Evan é um amor! Além de super, mega, extra, demais de lindo, ele é um cara perfeito! Ele sim é perfeito!! haha. Ele é doce, mas tem todo aquele jeitão de Bad Boy, ao julgar por sua atual condição, a vida não lhe foi muito boa. Mas ele não se esquece de quem é, não se deixa abater, e ainda tem tempo de curar as feridas de Lauren. Sério, eu o queria para mim! rs

A Lauren é aquela típica mocinha adolescente. Doce, insegura e às vezes irritante. Ela faz questão de deixar claro para ela mesma, de forma repetitiva e irritante que ela é uma sortuda por ter o namorado perfeito e os amigos perfeitos, e que ela não é ninguém sem eles. Se não tivesse visto a vida dela, iria me irritar muito com isso. Mas não tem como. Ela é uma amor, e apesar de sua insegurança e medo, ela é uma das personagens mais adoráveis que já li. Gostei muito da Lauren.

Sua melhor amiga, só é sua amiga por que ela fingi ser o que não é desde que se conheceram. Mas é claro, que depois de tantos anos de amizade, o sentimento se tornou maior do que isso. Mas de qualquer forma, Lauren não confia em Katie. Eu entendo o porque. Katie é popular. E também um pouco metida e chata. Não entende a Lauren, e na visão da mesma, ela nunca aceitaria o romance dela com Evan. 

Mas conforme o livro vai passando, vamos percebendo que no fim, todos os personagens sentem a mesma coisa. Medo de não serem aceitos pelo o que são. E Katie, não é tão terrível assim. No fim, acabei me afeiçoando a personagem.

Outra grande amiga de Lauren é a Gail. Acho que ela também é a grande surpresa da história. Além de ser um doce, é ela quem escuta todas as inseguranças de Lauren, e a enche de bons conselhos. Conselhos esses, que fazem Lauren enxergar qual é o caminho, e o que deve fazer. E principalmente, quem deve ser.

Um dos pontos altos do livro com certeza é a família. Katie passa por sérios problemas com a sua, mas essa é só mais uma das coisas que fica em aberto. E acho que esse é o único ponto negativo do livro, embora não prejudique em nada a leitura. E o pai de Lauren, que é um homem machucado. Mas que se dá conta da ausência na vida da filha e tenta se redimir. Ele é uma ótima pessoa, só não sabia lidar com a situação. Esse detalhe realmente me emocionou muito! 

Esse é um daqueles livros super leves, que te leva em uma viagem deliciosa e conflitante entre seus próprios sentimentos e os dos personagens, e o que é certo e errado. Em vários momentos eu me peguei querendo que ela contasse a Dave que não o amava, ou que o Evan dissesse que não poderia mais ficar com ela enquanto ela não se resolvesse. Mas também não queria que eles não estivessem juntos...  Foi difícil! kk

A única coisa que eu realmente queria que tivesse sido melhor esclarecida, era o paradeiro da mãe de Lauren. Ela não sabe para onde a mãe foi, nem porque se foi. E eu gostaria de ter visto um reencontro entre as duas. 

De qualquer forma, esse é um livro super doce, delicado, e adorável. Uma leitura leve, super rápida e que nos faz refletir sobre quem somos, e quem queremos ser. Que nos lembra o que realmente importa, e o que merece valor. Super recomendo! 

Espero que tenham gostado, e que não deixem de me dizer o que acharam! ^ ^ 

Nos vemos em breve! Beijokas.

2 comentários:

  1. Oii, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas parece ser bem leve e meigo, mesmo os personagens fingindo ser o que não são apenas para agradar ao outros.

    Beijos, gostei da resenha.
    http://maisumepilogo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda! O livro é uma fofura só! Super levinho e meigo, e os personagens são uma doçura, embora muito confusos! kkk Fico muito feliz que tenha gostado da resenha ^ ^
      Obrigada pela visita!

      Excluir

Quer me fazer feliz, ou curtiu a matéria? Comente! Sua opinião é o mais importante! Ah, deixe seu link que terei prazer em retribuir o carinho ;)

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo