Lá Vem Resenha (Dupla): Livro x Filme - A Quinta Onda + O Mar Infinito


Resultado de imagem para a quinta onda livroAutor: Rick Yancey 

Editora: Fundamento

Páginas: 368


Sinopse: Depois da primeira onda, só restou a escuridão. Depois da segunda onda, somente os que tiveram sorte sobreviveram. Depois da terceira onda, somente os que não tiveram sorte sobreviveram. Depois da quarta onda, só há uma regra: não confie em ninguém. Agora A QUINTA ONDA está começando... Cassie está sozinha, fugindo dos Outros. Ela vive em uma Terra devastada, onde qualquer pessoa, até mesmo uma criança, pode ser o inimigo. Um inimigo que parece humano, que espreita em todos os lugares, pronto para aniquilar os últimos sobreviventes. Permanecer sozinha é permanecer viva - Cassie acredita nisso até encontrar Evan Walker. Mas será que ela pode confiar nele? Será que ele pode ajudá-la a resgatar o irmão? Chegou o momento em que Cassie deve escolher entre a esperança ou o desespero, entre enfrentar os Outros ou se render ao seu destino, entre a vida ou a morte. Entre desistir ou lutar!



Atenção!!! SPOILERS dos livros e filme!



Hey amores e amoras! Como eu prometi que faria um livro x filme de A Quinta Onda, e já li o segundo da trilogia, resolvi fazer uma resenha dupla, mais o livro versus filme. O filme é bem fiel ao livro. Confesso, que até agora, pra mim, esse foi o filme mais fiel ao livro - no caso das distopias - que eu já assisti. 

É claro, que por se tratar de uma adaptação, o filme sofreu algumas mudanças. Mas posso dizer que foram meros detalhes. Pelo menos, que eu me lembre, não há nenhuma mudança drástica. Na verdade, algumas mudanças são muito interessantes. 

No livro, o temível Resnik, é um homem. No filme, é uma mulher. E não tem o mesmo papel de treinador dos meninos do batalhão. Ela apenas mostra a Zombie quem "são" os outros. Outra coisa que muda são os personagens secundários, que no filme quase não falam, mas no livro, todos tem um papel muito importante. Bem como, suas histórias detalhadamente explicadas. Mas o filme, é sim, muito fiel ao livro! 

Comecei a leitura impulsionada pelo filme, e levei um susto ao me deparar com uma Cassie bem mais selvagem que a do filme. No filme, nós acompanhamos o início da chegada dos outros. Como aconteceu, quando aconteceu, e acompanhamos cada onda de acordo com sua ordem cronológica. Já no livro, acompanhamos tudo através dos flashbacks de Cassie. 

Demorei um pouco a pegar o ritmo da leitura, mas quando isso aconteceu a leitura não fluiu, ela se tornou uma experiência extra corpórea. Eu não li, eu praticamente vivi uma percepção extra sensorial... kk. Foi realmente incrível! 

O modo como o autor conduz sua distopia é totalmente inovador. Não temos uma mocinha doce que está lutando por um bem maior. Temos uma menina, extremamente assustada com como as coisas saíram tão rapidamente dos eixos, e que precisa salvar a única família que ainda lhe resta, ou morrer tentando. 

Cassie é uma personagem muito especial. Compartilho do pensamento e pesar do autor. Quando a saga acabar, disse ele, que o personagem  de quem mais sentiria falta, seria a Cassie. Completou dizendo, que ela é a alma da história. Sinto a mesma coisa. 

Cassie é muito sarcástica. E esse jeito meio amargo/ácido da menina, que me assustou no início, me fez amá-la ao decorrer da história. A garota é badass sem medo de ser feliz! kk. 

Mas o mais impressionante dos personagens de Rick, é que eles não são máquinas mortíferas, eles são seres tão reais quanto nós. A diferença, é o poder ninja que eles desenvolvem... rsrs. Cassie sempre foi meio durona, fez karatê na infância, então não é totalmente despreparada. E em alguns momentos tive de me perguntar se ela não era divergente, porque com certeza, o medo não assusta essa menina. Ele a move! Isso sem nenhuma dúvida, me fez amá-la para sempre!

Tenho dado muito valor ao fato de haverem cada vez mais personagens reais nesse tipo de livro. Afinal de contas, não dá para crer que de um dia para o outro uma pessoa vá acordar sabendo lutar, atirar, e vá sair matando todo mundo. E isso, Rick soube evitar muito bem. Nenhum de seus personagens são seres sobrenaturais. Eles lutam pra caramba, mas foram treinados para fazer o que fazem. Ninguém acordou assim. 

A trama do livro gira em torno de Cassie. Mas também temos a visão de Ben. Ben é o eterno crush de Cassie. Mas ele nunca olhou para ela, ele não precisava correr atrás de garotas. Elas não saíam de cima dele. Ben, assim como Cassie perdeu toda sua família. E carrega o trauma de ter fugido correndo, quando devia ter ficado para ajudar sua irmã. Após a fuga, Ben é abrigado em um acampamento. Mas contraí a peste vermelha, doença que destrói o ser humano de dentro para fora, fazendo com que literalmente se chore lágrimas de sangue. Mas ao ser resgatado por um dos soldados do exército, consegue a milagrosa cura. Mas demora a voltar a parecer com um ser humano saudável, por sua aparência adoentada, recebe o apelido de Zombie. 

Ele é mais um dos meninos, que são treinados para se tornarem soldados do batalhão do exército, para destruir os outros. E seu batalhão é composto por muitas crianças que assim como ele, não tem idade suficiente para lutarem. Mas o menor deles, não consegue nem ao menos segurar a pesada arma, muito menos atirar. Ele só tem cinco anos, e por ser muito pequeno e ainda dependente, ele o faz de seu protegido. O pequenino, se torna sua salvação e obrigação. E é também, o motivo por Cassie estar lutando para viver. Nugget é o irmão capturado de Cassie.

Ben parece ser uma pessoa adorável. Mas... não é! Detestei Ben. Ele se acha realmente inigualável, acha que é capaz de parar o trânsito apenas com seu sorriso charmoso, e acredita também que todas deveriam amá-lo. É por essa modéstia toda, que não consegui gostar dele. Isso e o fato dele beijar a Cassie em toda a oportunidade que tem; tornar a tentativa de fazer a Esp rir, a sua meta de vida; fugir sempre que algo realmente ruim acontece, deixando tudo nas mãos de Cassie e Evan... e por aí vai. Eu tentei, mas não deu! 

Porém, os outros personagens são incríveis! com exceção da Teacup que é uma chata de primeira ordem... amei como cada um tem sua história explicada, e como cada um tem sua função. Não são de enfeite. Cada um, revela ou faz, algo importante pra trama. 

Os outros dois personagens marcantes da história são Evan Walker suspiro, suspiro, suspiro com cheirinho de chocolate...haha e Esp. Esp é uma guerreira, mas confesso que no primeiro livro ela só me pareceu alguém frio, calculista e sem coração. O que não me levou a uma boa definição da personagem. Mas, consegui aguentá-la. Já o Evan... ah, o Evan. Ele é perfeito! Em todos os sentidos. Mas como nada, pode ser perfeito, literalmente falando, ele tem um segredo poderoso o suficiente para destruir toda a confiança e o algo mais que conquistou de Cassie ao resgatá-la da morte. 

Pra finalizar, o que mais gostei do filme, foi o modo como eles desenvolveram o Ben, sem torná-lo desnecessário e chato. Como no livro... E o irmão da Cassie, que também me convenceu e emocionou muito mais no livro. Do livro, só o que tenho a dizer é que é SEN-SA-CIO-NAL!! E se você acha que já leu uma boa distopia, mas ainda não leu A Quinta Onda, talvez você queira rever seus conceitos...


* * * * *
Resultado de imagem para a quinta onda livro 2
Autor: Rick Yancey

Editora: Fundamento

Páginas: 248

Sinopse: COMO LIVRAR A TERRA DE 7 BILHÕES DE HUMANOS? TIRE A HUMANIDADE DELES.
Cassie Sullivan e seus amigos sobreviveram às quatro ondas de destruição provocadas pelos Outros. Agora, com a raça humana quase exterminada e a 5ª Onda encobrindo a Terra, os sobreviventes devem escolher: encarar o inverno e esperar o retorno de Evan Walker ou partir à procura de abrigo antes que o inimigo os alcance. Porque o próximo ataque é mais do que possível – ele é inevitável.
Os homens ainda não viram as profundezas até onde os Outros podem descer nem os Outros viram a que alturas a humanidade pode se erguer. Esta é a derradeira batalha entre vida e morte, esperança e desespero, amor e ódio.


Se o primeiro livro se mostrou sensacional, o segundo livro pra mim, foi um milagre! O que nunca havia acontecido antes, aconteceu com esse livro. O autor conseguiu amadurecer sua história sem deixar o livro passar pela maldição do segundo livro. O livro não caiu de qualidade em nada! E o melhor, conseguiu desenvolver a trama, os personagens e ficar ainda - se é que isso é possível - melhor!

Nessa nova fase da luta contra os outros, Cassie já resgatou seu irmão, e está na companhia do batalhão de Ben. A espera da volta de Evan, Cassie, luta para se manter sob controle, quando Esp, não acredita que Evan, possa estar sendo verdadeiro sobre ajudá-los.

Os personagens estão em sua melhor forma. E embora eu torcesse por uma amizade, ou no mínimo uma respeito mutuo entre Cassie e Esp, já imaginava que teríamos certa tensão e muitos conflitos entre essas duas. Ambas tem personalidade muito forte, para terem qualquer coisa além de se aturarem.

Uma coisa que me chamou a atenção nesse livro, foi o fato do autor ter nos dado pela primeira vez o ponto de vista de Esp e Evan. Foi muito bom conhecer melhor a natureza dos outros, e entender como isso funciona. Na verdade, me foi uma grande surpresa. Eles não são exatamente extra terrestres, mas quem sabe, super humanos.

A aparição de outros personagens também trouxe uma adição muito positiva a história. Principalmente o Navalha. Como eu amei esse personagem! Um personagem que tem unicamente a ver com Esp, que ao tentar achar uma solução para o problema do batalhão com seu acampamento, se vê obrigada a voltar ao exército.

O que Esp tinha de fria no primeiro livro, foi muito bem explicado no segundo. Sua vida já era bem difícil antes mesmo de todas as ondas acertarem o planeta. E depois de tudo o que aconteceu, Esp, perdeu tudo que lhe restava. Se transformando então, na mulher dura, que se tornou.

Evan continua sendo o mesmo amorzinho de sempre, e sua história também não é muito bonita. Ele teve uma vida perfeita, com uma família perfeita, mas sempre sentiu algo estranho sobre si mesmo. Acredito que no fundo, ele nunca tenha se sentido muito como os outros de sua espécie. O que tornou muito mais difícil se ver na posição de ataque, ao invés da defesa, para com os humanos.

Os personagens secundários também ganham destaque nesse livro. Como Pão de Ló. Que com uma história trágica e triste, conseguiu me emocionar muito. Nugget continua chatinho como sempre, e me irrita muito o fato dele ter transformado Ben em seu herói, quando sempre é a Cassie que salva tudo e todos. Ben, conseguiu se tornar ainda pior, agora que quer matar a qualquer custo o pobre do Evan. E sinceramente, ele foi meio dispensável nesse livro.

Cassie continua roubando a cena. Sua astúcia e inteligência a tornam a personagem mais importante da história. E seu jeito sarcástico continua abalando as estruturas. Ela tem cada tirada! Amo o modo como ela nunca se confundi, sempre sabe o que quer, o que fazer, o próximo passo. Ela não fica esperando algo, ela vai e faz. Tenho a sensação de que o último livro da saga vá ser algo grande para ela.

Navalha é outro personagem novo na história. Um soldado do exército fica responsável por tomar conta de Esp. Porém, algo além de uma amizade começa a surgir entre os dois. E só pelo fato dele conseguir fazer o coração de gelo de Esp se derreter um pouquinho, me fez admirá-lo muito! Mas como já era de se esperar, algo tinha que dar errado. E a decepção foi grande...

As revelações que rondam esse livro são realmente grandes. Mas a explicação central, do porque dessa invasão, já que os outros não são quem diziam ser, ainda não foi revelada. O que me faz seguir com muita curiosidade.

Mas o que posso dizer do livro, sem revelar demais, é que ele é incrivelmente sensacional!! Indico muito, e já estão na lista dos meus livros favoritos. 

Espero que tenham gostado. E me digam, o que acharam?

Mil beijokas e até breve! ^ ^ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer me fazer feliz, ou curtiu a matéria? Comente! Sua opinião é o mais importante! Ah, deixe seu link que terei prazer em retribuir o carinho ;)

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo