25 agosto 2016

#TAG: Marketing & Amor Booktag



Hey amores e amoras! Já tive a oportunidade de falar sobre o livro Marketing & Amor, da queridíssima Rebecca Romero aqui no blog, na coluna Divulgando, que você pode conferir aqui. E daqui a um tempinho, poderei resenhá-lo para vocês. Mas enquanto a resenha não chega, a autora divulgou uma booktag baseada em seu livro! E claro que como fã da autora, não podia deixar de responder também né? 


A tag consiste em associar livros aos personagens do livro da autora. Sem mais delongas, vamos a tag!! ^ ^

1. Margot O’Hara: livros com algum(a) personagem que conquistou sua independência e conte sobre ele(a).
O livro que escolhi conta justamente sobre o amadurecimento e a busca pela auto descoberta. Mas o mais legal da história é que você percebe que no fim, não só o amadurecimento e essa descoberta do "seu eu", mais do que isso, a nossa mocinha encontra sua independência. De família, amor e até mesmo dos seus maiores temores, ou seja, de si mesma. O livro em questão é "Apenas Um Dia", e a protagonista citada é a Lulu. Ela realmente se encontra no fim de sua jornada, e termina o livro como uma mulher independente e cheia de determinação. Adorei isso! 


2. Elijah Renard: livros com algum(a) personagem que sofre de mental illness e fale sobre ele(a).
Ok, antes de mais nada, mental illness nada mais é do que o transtorno mental. Pode ser ansiedade, depressão... 
Bom, mais voltando a tag, eu demorei para lembrar de algum personagem com esse tipo de coisa. Mas daí lembrei da Alexi. Uma menina que tem a obsessão por contar até 23, depois de ter passado por uma situação de violência. Além, de arranhar seu pescoço com as próprias unhas... Acho que isso se enquadra, já que ela o faz sempre que está nervosa. A situação de Alexi é terrível! E acompanhar seu sofrimento é doloroso, mas é gratificante perceber que sempre há uma segunda chance para ser feliz...


3. Gillian Hopkins: livros com algum(a) personagem que é ou que aprendeu a ser confiante consigo mesmo(a) e fale sobre ele(a).
Essa é complicada! Mas se tem um personagem que é a pura confiança, beirando o exagero, esse alguém é Patch Cipriano. Provavelmente o personagem mais confiante que eu conheço. É claro que em alguns momentos nem tudo sai como ele gostaria, mas sua confiança e fé em si mesmo, fazem com que a maioria de seus inimigos acreditem nele também. E diante a situação que ele vive, essa é uma ótima estratégia! kkk.

4. Luke O’Hara: livros com algum(a) personagem engraçado que faz críticas à sociedade e conte sobre ele(a).

O problema dessa pergunta é juntar a pessoa engraçada a crítica social... kkk. Mas, eu conheci um personagem recentemente que se encaixa de certa forma, perfeitamente na pergunta. Dashiell, ou apenas Dash, de O Caderninho de Dash e Lily. Ele não é exatamente engraçado, mas tem alguns pensamentos e reflexões tão pertinentes e inteligentes, que não tem como não se divertir com suas críticas sociais.

5. Reagan Piper: livros com algum(a) personagem que não permite que a sociedade lhe diga o que ele(a) pode ou não ser/fazer e discuta sobre isso.
Com certeza a Beck é a pessoa para essa pergunta! kkk. Ela é uma garota super extrovertida que muda de personalidade como um camaleão. Sem medo de dizer verdades a quem quer que seja, não é lá muito fácil de lidar ou agradar. Porém, sua sinceridade faz parte de tudo o que ela é. Se é amiga, é de verdade. Se não gosta, é de verdade! kkk. O mais legal da personagem é o desprezo por convenções, títulos, estereótipos. Ela foi líder de torcida em um ano, e no outro se tornou gótica/punk rock. Simples assim! kkk. E no fim, não tem como não amá-la por sua sincera personalidade forte! kkk. 

6. Cora Renard: livros com algum(a) personagem que por ser exigente(a) é considerado(a) frio(a) e discuta sobre isso.

Para essa pergunta, me vieram vários personagens ao pensamento, mas nenhum correspondia. Até eu me lembrar de Esp... Essa mulher é o retrato da frieza em um primeiro momento, antes de você conhecê-la de verdade e acompanhar sua história. Depois de ver por tudo o que ela passou e entender seu ponto de vista exigente e calculado, fica difícil odiá-la. Tudo é uma questão de sobrevivência, precaução. Por isso mesmo ela sempre parece fria, quando na verdade é apenas cautelosa e exigente quanto as ações necessárias, para que sobreviva e aos seus. 
7. Harrison Renard: livros com algum(a) personagem que quer fazer o bem para o mundo e fale sobre ele(a).
Definitivamente a Lily. Pensa em uma pessoa voltada de braços abertos para esse conceito de vida? haha. Por onde ela passa distribui amor, mimos e ajuda. Está sempre se preocupando com todos, é passeadora de cachorros, goleira, uma menina estudiosa, certinha e a caçula da família. Por seu jeitinho bondoso e ingênuo, a ursinha Lily, acaba se tornando aquela a quem todos devem proteger. E para mudar isso, ela terá de viver uma grande aventura para se renovar...


8. Antony O’Hara: livros com algum(a) personagem que finge ser o que não é porque a sociedade é preconceituosa ou ignorante e discuta sobre isso.

Acho que a Gia se enquadra nessa. Uma menina extremamente guiada pela popularidade, suas amigas e as superficialidades de uma vida perfeita. A família perfeita, as amigas perfeitas, a garota perfeita. Ela se mete na maior encrenca, porque suas amigas não entenderiam, se depois de tanta propaganda ela aparecesse na formatura sem um namorado. É nessa que ela conhece Hayden, o gentil rapaz que a faz perceber que durante todo esse tempo, ela se manteve sendo o que os outros queriam que ela fosse. E que ser apenas ela mesma, é muito, mas muito, mais divertido! kk. 
9. Josh Spinelli: livros com algum(a) personagem que trabalha duro em tudo o que faz e conte sobre ele(a).
Não queria repetição, mas essa pergunta exige um pouquinho mais de Lily! kkk. Além de extremamente do bem, a garota trabalha com um empenho absurdo em tudo o que faz! Seja assando biscoitos de natal, na criação de bonequinhos ou não deixando que as adversárias marquem ponto em seu time. 
10. Laura Blanchard: livros com algum(a) personagem que sabe equilibrar sua vida pessoal com a profissional e que não tem problema em juntar os dois e conte sobre ele(a).
Gente sério, pensei um tempão, mas não consigo lembrar de nenhum personagem assim. Se conhecerem algum, me contem nos comentários por favor! kkk.


11. Nicolas Gentry: livros com algum(a) personagem que quer/quis seguir sua própria vida em vez da que os pais querem/queriam para ele(a) e conte sobre ele(a).
Tem umas perguntinhas bem complicadas aqui em Rebecca? kkk. Ok, nesse caso, vou citar o meu amado, adorado e ansiosamente aguardado, cadê o segundo livro gente???! Elias de Uma Chama Entre as Cinzas. Sua mãe é a pior pessoa do mundo e uma máscara. Seu avó, também é um máscara respeitado. Seus amigos não medem esforços para se tornarem máscaras orgulhosos também, mas ele, diferente do que seu avô quer, não quer se tornar um assassino cruel. E para desgosto de muitos e alegrias de outros eu!kkk ele vira o jogo e vai atrás do que pode ser a sua única chance de ser o que sempre sonhou, livre! 

12. Beatrice White: livros com algum(a) personagem que é estereotipado(a) e explique o porquê ele(a) é estereotipado(a).
Tem uma personagem bastante estereotipada, que é uma grande surpresa. Não apenas para o leitor, mas também para o protagonista da história. A doce é adorável Aimee, é uma menina exemplar. Mas por seu jeito quieto e tímido, é taxada de nerd, estranha a garota invisível. Até sua melhor amiga tira proveito de sua submissão, provinda de uma mãe exploradora e uma vida de abusos. Mas quando realmente conhecemos Aimee, percebemos que além de inteligentíssima, a menina é adoradora de quadrinhos e desenhista. Aimee possui um coração enorme e embora seja uma garota erroneamente estereotipada, não se deixa levar pelo que os outros pensam. Até que... se apaixona, aí a história muda de figura. Mas, já é outra história! kkk. 


13. Warren: livros com algum(a) personagem que é misógino e discuta sobre a misoginia dele(a).
Nunca li nenhum livro com o tema. Vou ficar devendo essa! rs.

14. Zarah Russo: livros com algum(a) personagem que tem um grande sonho e que tenta fazê-lo se realizar e fale sobre ele(a).
Há mais de um milhão de personagens que eu poderia citar aqui, exageraaaada! kk  mas bati os olhos no livro agora e acho que se encaixa bem na pergunta. Elizabeth, de Invisível, tem o sonho de tornar o namorado invisível em alguém visível a todos. Para tal, ela não mede esforços. Aprende magia, desenvolve sua mágica e luta com todas as forças que tem, até quase não restar mais nenhuma. Em um momento crucial, foi capaz de colocar sua vida em alto risco apenas para que Stephen ficasse livre de sua maldição. E embora isso tudo seja apenas um sonho da menina, ela não desistiu de jeito nenhum, em momento nenhum. Mega admiro sua determinação e coragem...




Bom meus amores é isso! Fico por aqui agradecendo a Rebecca pelo convite. Me diverti muito com a tag! Não vou indicar ninguém hoje, mas quem quiser responder fique à vontade e me avise para eu ir visitar! 

Mil beijokas e até breve! 

2 comentários:

  1. Oi, Anya!
    Eu fiquei meio por fora porque ainda vou ler o livro, mas achei bem legal a tag e suas respostas.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, Lu!
      Eu também ainda não li o livro, então imagina a dificuldade na hora de responder? kk.
      Mas até que dá para fazer, pela explicação que a autora dá, nas perguntas. Que bom que gostou!! \o/
      Obrigada pela visita! Mil beijokas linda :*

      Excluir

Quer me fazer feliz, ou curtiu a matéria? Comente! Sua opinião é o mais importante.